Ouvindo...

Times

Comidas de inverno: onde tomar caldos, sopas e outras delícias de inverno em Belo Horizonte

Separamos 40 boas opções que vão te aquecer nas noites frias de inverno na capital mineira

A temporada mais fria do ano chega com uma certeza: nada melhor do que uma comida quentinha para afagar o estômago e o coração, especialmente no período noturno. Percorremos cinco diferentes regiões da cidade atrás de caldos, sopas e outros pratos que vão ajudar a espantar o friozinho do inverno.

Ao todo, catalogamos 40 estabelecimentos que oferecem preparos tradicionais, autorais e os tão procurados rodízios também. Confira!

Leia também

Restaurante Mineirinho I

  • Rua Espírito Santo, 310 - Centro
    Horário de funcionamento: todos os dias, das 11h às 3h

Cravado no coração do Centro, o Restaurante Mineirinho I possui um dos mais belos e democráticos balcões de Belo Horizonte. Diariamente, são servidas aproximadamente 600 refeições, entre 11h e 3h da madrugada, com destaque para a fartura, sabor e bom preço dos pratos.

Mas o que pouca gente sabe é que esse clássico, fundado em 1986, possui em seu extenso cardápio uma deliciosa sopa de legumes com carne e uma canja de galinha memorável, tudo fresquinho e feito na hora. Cada uma custa R$ 24,00 e serve bem duas pessoas. E não é só no frio, hein? Ambas as opções estão disponíveis o ano inteiro.

Tatu, o Rei do Angu à Baiana

  • Rua Desembargador Ribeiro da Luz, 135 - Barreiro
    Horário de funcionamento: de segunda a sexta, das 7h às 22h. Sábados das 7h às 15h

Do Centro para o Barreiro, de um clássico para outro. Com quase cinco décadas de tradição, o nome do bar já entrega sua vocação para a realeza: trata-se do rei do angu à baiana em Belo Horizonte.

Fundado em 1977 pelo Sr. João Maurício de Souza, o Tatu, sempre foi referência para os trabalhadores da região no quesito comida farta, barata e gostosa. Após seu falecimento em 2018, a casa passou a ser administrada pelas filhas Graziele e Viviane, que se orgulham do legado deixado pelo pai.

O cardápio é enxuto e oferece poucas opções, o que garante o primor em cada uma delas. O excelente angu à baiana com costela de boi ou miúdos e a deliciosa vaca atolada custam R$ 20,00 o prato grande e R$ 17,00 o pequeno.

Já o caldo de mocotó, um dos melhores que tomamos em Belo Horizonte recentemente, custa R$ 16,00 o grande e R$ 11,50 o pequeno. Vá com apetite, pois as porções são realmente fartas.

Celsinho Grill

  • Avenida Afonso Vaz de Melo, 689 - Barreiro
    Horário de funcionamento: de domingo a quinta, das 11h às 23h30. Sábados e domingos das 11h às 2h
    O rodízio de caldos funciona somente de segunda a quinta, das 18h às 23h

Ainda na pulsante região do Barreiro, fomos ao encontro do fenômeno do momento: o rodízio de caldos do Celsinho Grill. Mesmo sendo uma casa grande, há filas de espera na porta.

O motivo desse sucesso é que, de segunda a quinta-feira, pelo valor de R$ 49,90 por pessoa, um buffet de caldos e petiscos fica à disposição dos clientes, que podem comer e repetir quantas vezes quiserem. Ao todo, são mais de 40 opções que variam de acordo com o dia.

Entre as opções, estão os clássicos caldos de feijão, mandioca, canjiquinha e mingau de couve, além de alternativas diferenciadas, como os caldos de camarão, mexilhão e alho-poró. Para os amantes de um docinho, algumas boas pedidas são a canjica, o caldo de chocolate e o arroz doce.

Bar da Cida

  • Rua Numa Nogueira, 287 - Floramar
  • Horário de funcionamento: quarta a sexta-feira, das 17h às 23h30. Sábado e domingo das 13h às 23h30

Caldo de feijão, caldo de mandioca, dobradinha com feijão branco, angu com suã: no Bar da Cida, não faltam as comidas quentinhas mais amadas pelos mineiros. Referência na cidade quando o assunto é caldo, é comum encontrar clientes de bairros mais distantes, que não hesitam em atravessar a cidade para comer bem.

Este simpático botequim familiar, fundado em 1989, ainda é gerido pela simpática Cida e seu marido, Chicão. A boa notícia é que Gabriel, o jovem filho do casal que cresceu no negócio da família, demonstra muito entusiasmo em seguir os passos dos pais. No que depender dele, Belo Horizonte ainda poderá desfrutar do Bar da Cida por muitas décadas.

Os caldos de feijão e mandioca custam R$ 18,90 cada um, e é possível pedir o Misto, misturando ambos. A canjiquinha e a dobradinha saem por R$ 21,90, e o angu com suã, servido somente às quintas, custa R$ 24,90.

Koqueiro’s Bar

  • Avenida Silviano Brandão, 1293 - Sagrada Família
    Horário de funcionamento: de terça a sábado, das 17h às 0h
    O rodízio de caldos funciona somente às terças-feiras

Localizado entre os bairros Floresta e Santa Tereza, dois dos mais boêmios da cidade, fica o Koqueiro’s Bar e seu já tradicional rodízio de caldos das terças-feiras. Toda semana são oito sabores diversos, que variam conforme os melhores ingredientes disponíveis.

Pelo valor de R$ 49,90 por pessoa, os clientes podem repetir quantas vezes quiserem. Para os que não podem ir na terça desfrutar do buffet, nos demais dias de funcionamento os caldos são vendidos de maneira avulsa.

Entre as opções, estão os caldos tradicionais de feijão, mandioca, abóbora e outros mais. Mas, acreditem ou não, o grande destaque dessa lista é o delicioso caldo de jiló, receita exclusiva da matriarca Sueli, que faz o maior sucesso entre os frequentadores. Bem temperado e sem o amargor característico do fruto, é um belo e saboroso motivo para você conhecer este simpático botequim familiar.

Caldos da Sayô

  • Rua Taperi, 360 - Vila Oeste
    Horário de funcionamento: de terça a sexta, das 19h às 23h

Os destaques da nossa lista se encerram com esse adorável cantinho no bairro Vila Oeste. A divertidíssima Sayonara, conhecida pelos vizinhos como Sayô, abre os portões da garagem de sua casa e recebe com carinho os clientes em seu quintal. Como o próprio nome do pequeno bar já indica, o maior destaque ali são os caldos.

É comum variarem de acordo com o dia, mas os de feijão, mandioca e angu à baiana sempre figuram no cardápio. Entre as opções variáveis, destaque para a dobradinha com feijão branco, o caldo de mandioca e milho com frango (também conhecido como Kenga) e a feijoadinha.

Mas o que ganhou o nosso coração todinho é o Chilli, feito com feijão vermelho, pimentões verde, amarelo e vermelho, molho de tomate, linguiça, carne moída e uma boa dose de páprica picante e pimenta. Perfeito para os dias mais frios!

Curtiu? Confira abaixo outros 34 bares e restaurantes que servem mais comidas quentinhas que vão te aquecer neste inverno em Belo Horizonte.

Mais opções

  • 1000ton (R. Mármore, 825 - Santa Tereza)
  • Destaque: caldos tradicionais
  • Bar da Lu (R. Senhora da Conceição, 981 - Cachoeirinha)
  • Destaque: caldos tradicionais e angu à baiana
  • Bar do Antônio (R. Flórida, 15 - Sion)
  • Destaque: sopa de cebola com queijo
  • Bar do Cabral (R. Herval, 390 - Serra)
  • Destaque: caldos tradicionais
  • Bar do Ciro (Av. Silviano Brandão, 2460 - Horto)
  • Destaque: angu à baiana
  • Bar do Juca (R. Valão, 107 - São Salvador)
  • Destaque: caldos tradicionais
  • Bar do Juveninha (R. Castelo da Beira, 262 - Castelo)
  • Destaque: caldos tradicionais
  • Bar do Mulão (R. Marambaia, 291 - Caiçaras)
  • Destaque: caldos tradicionais
  • Bar do Peixe (R. José Basílio, 200 - Parque São José)
  • Destaque: caldo de piranha e caldos tradicionais
  • Bar du André (R. Peregrino Varela, 136 - Nossa Senhora do Carmo / Contagem)
  • Destaque: caldo de frango com requeijão e caldos tradicionais
  • Bar Pompéu (R. São Miguel, 779 - Itapoã)
  • Destaque: rodízio de caldos por R$ 43,90
  • Bença Bençoi (R. Diamantina, 492 - Lagoinha)
  • Destaque: caldos tradicionais por R$ 19,00 cada
  • Boi Vitório (Av. Afonso Pena, 4.374 - Mangabeiras)
  • Destaque: rodízio de caldos por R$ 42,90, de segunda a sábado
  • Bolão Santa Tereza (Praça Duque de Caxias, 288 - Santa Tereza)
  • Destaque: canja de galinha e sopa de legumes
  • Caldos da Vizinhança (Rua Halley, 777 - Loja 4 - Santa Lúcia)
  • Destaque: mais de 20 opções de caldos
  • Canja Izakaya (Av. Getúlio Vargas, 1620 - Loja 4 - Savassi)
  • Destaque: ramens e sopas orientais
  • Casa dos Contos (R. Rio Grande do Norte, 1065 - Savassi)
  • Destaque: canja de galinha, sopa de legumes e bambá de couve
  • Chic Tácio (R. Itamaracá, 25 - Concórdia)
  • Destaque: pé de porco às segundas-feiras e vaca atolada às quintas
  • Contato Social (Av. Coronel Benjamim Guimarães 1930 - Industrial / Contagem)
  • Destaque: rodízio de caldos todos os dias da semana
  • Dom Toro Grill (Av. Portugal,2075 - Santa Amélia)
  • Destaque: rodízio de caldos por R$ 34,90 de segunda a quinta e por R$ 39,90 de sexta a domingo
  • Dona Lucinha (R. Padre Odorico, 38 - Savassi)
  • Destaque: caldos tradicionais
  • Esquina do Espeto (R. Cidade de Minas, 682 - Loja A - Carajás)
  • Destaque: rodízio de caldos por R$ 39,90 de segunda a quinta e R$ 49,90 na sexta e no sábado
  • Flor de Jambu (Avenida dos Andradas, 367 - Centro / Edifício Central)
  • Destaque: tacacá e vatapá
  • Massa Madre (R. Rio Negro, 640 - Prado)
  • Destaque: guisado de lentilhas e locro (comidas tradicionais da Argentina)
  • Muvuca Bar do Roney (Av. Maria da Glória, 232 - Amazonas / Contagem)
  • Destaque: creme de palmito, creme de ervilha e caldos tradicionais
  • Néctar da Serra (Av. dos Bandeirantes, 1839 - Cruzeiro)
  • Destaque: vasto buffet de caldos com mais de 30 opções
  • Nonô, o Rei do Caldo de Mocotó (Av. Amazonas, 840 - Centro)
  • Destaque: caldo de mocotó
  • Okinaki (Av. Álvares Cabral, 1303 - Lourdes)
  • Destaque: ramens e sopas orientais
  • Peko Peko Ramen (R. Cura D’ars, 1166 - Barroca)
  • Destaque: ramens e sopas orientais
  • Pozim Gourmet (Av. Sinfrônio Brochado, 1006 - Barreiro)
  • Destaque: caldos tradicionais
  • Saruê Castelo (Av. Altamiro Avelino Soares, 1257 - Castelo)
  • Destaque: caldos grátis de quarta a sexta, para quem estiver consumindo na casa
  • República da Esbórnia (Av. Professor Mário Werneck, 789 - Estoril)
  • Destaque: rodízio de caldos todas às quartas-feiras por R$ 42,00
  • Terraço Mineiro (R. Belmiro Braga, 572 - Caiçaras)
  • Destaque: caldos tradicionais
  • Zé Bolacha (R. das Melancias, 35 - Vila Cloris)
  • Destaque: caldos tradicionais

Participe dos canais da Itatiaia:

Somos Bernardo e Renata, o primeiro casal a ter uma coluna de rádio sobre gastronomia no Brasil. Apaixonados por boa comida, viagens, histórias e rolês, criamos em 2016 o Oncêvai, perfil para compilar nossas vivências na capital mineira e outros lugares que visitamos. Aqui falamos de eventos gratuitos em BH e promovemos a nossa forte cultura gastronômica.
Leia mais