Ouvindo...

Times

Vice de Zema diz que Lula fez ‘manifestação de botequim’ ao falar sobre risco de faltar arroz no país

Mateus Simões fez duras críticas aos leilões para compra de arroz e disse que estratégia de tabelar preços já se mostrou fracassada na década de 1980

O vice-governador de Minas Gerais, Mateus Simões (Novo), fez duras críticas à condução do governo Lula nos leilões de arroz e disse que o presidente deu “declarações públicas de botequim”.

Nesta segunda-feira (10), Simões participou da divulgação do PIB do Agronegócio de Minas Gerais, que registrou aumento de 5,9% em 2023 e ultrapassou a marca de R$ 288 bilhões.

“O presidente Lula, numa manifestação pública de botequim, disse que temos risco de desabastecimento de arroz, o que é mentira. Fake news na boca de quem está no Planalto não tem problema? A safra já estava colhida, nos armazéns, e nós temos produção de arroz no Centro-Oeste com bastante volume”, afirmou o vice-governador.

“Então, faz o leilão de compra do arroz, se viu o escândalo dos compradores do arroz neste leilão. Uma coisa que deu errado na década de 1980 e vamos voltar a fazer, tabelando o preço de produção? Quem vai ser afetado por isso? O produtor que perdeu uso lá no Sul. Pois ele já tinha recolhido sua produção. Não basta a desgraça ambiental, mas a desgraça governamental vai cair sobre os agricultores”, criticou Simões.

Recorde na produção

O vice-governador comemorou o crescimento da produção do agronegócio em Minas e afirmou que o estado está superando o problema de tratar o agricultor como inimigo da questão ambiental.

“Ninguém é capaz de viver sem produção agrícola, apesar disso é muito comum que nós agricultores sejamos tratados como adversários da sociedade. Precisando trazer as crianças para mais perto, os adultos também perderam o timing, precisamos sensibilizar os mais jovens sobre o papel que a produção rural tem na economia e na vida das pessoas”, afirmou.

Leia também


Participe dos canais da Itatiaia:

Jornalista graduado pela PUC Minas; atua como apresentador, repórter e produtor na Rádio Itatiaia em Belo Horizonte desde 2019; repórter setorista da Câmara Municipal de Belo Horizonte.
Editor de Política. Formado em Comunicação Social pela PUC Minas e em História pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Já escreveu para os jornais Estado de Minas, O Tempo e Folha de S. Paulo.
Leia mais