Ouvindo...

Times

Dino pede desfiliação do PSB e promete discurso emotivo para último dia no Senado

Flávio Dino renuncia ao Senado Federal na quarta-feira (21), véspera da posse no Supremo Tribunal Federal (STF)

O ainda senador Flávio Dino (PSB-MA) pediu a desfiliação do Partido Socialista Brasileiro (PSB) nesta segunda-feira (19), véspera de seu último discurso no plenário do Senado Federal. Prestes a ser empossado ministro no Supremo Tribunal Federal (STF), com cerimônia marcada para quinta-feira (22), Dino dá os últimos passos de sua trajetória política neste início de semana.

Para terça-feira (20), ele prometeu um discurso emotivo em sessão que será aberta pelo presidente do Congresso Nacional, senador Rodrigo Pacheco (PSD-MG), e adiantou que mencionará o poeta maranhense Antônio Gonçalves Dias na abertura. No dia seguinte, quarta-feira (21), Dino entrega a carta de renúncia e se despede oficialmente da vida política para retornar ao Judiciário — desta vez, para a Suprema Corte.

Leia também

No último dia 1º, Flávio Dino deixou o Ministério da Justiça e Segurança Pública e retornou ao Senado, onde permaneceu nesse hiato até a posse no STF. A desfiliação do PSB é condição para o ministro assumir como ministro da Corte. A Lei Orgânica da Magistratura Nacional impede o exercício da atividade político-partidária por magistrados sob o risco de perda de cargo. Dino estava na sigla desde 2021, quando trocou o PCdoB, onde permaneceu por 15 anos, pelo PSB.

Ele não é o primeiro ministro indicado para o Supremo Tribunal Federal com filiações partidárias no currículo. Alexandre de Moraes, escolhido por Michel Temer para a cadeira de Teori Zavascki em 2017, foi filiado a PFL (atual DEM), MDB e PSDB. Além dele, Célio Borja, Paulo Brossard, Maurício Corrêa, Nelson Jobim, Ayres Britto e Dias Toffoli também foram filiados a partidos.

Participe do canal da Itatiaia no WhatsApp e receba as principais notícias do dia direto no seu celular. Clique aqui e se inscreva.

Repórter de política em Brasília. Na Itatiaia desde 2021, foi chefe de reportagem do portal e produziu série especial sobre alimentação escolar financiada pela Jeduca. Antes, repórter de Cidades em O Tempo. Formada em jornalismo pela Universidade Federal de Minas Gerais.
Leia mais