Ouvindo...

Times

Justiça eleitoral condena Lula e Boulos por propaganda antecipada

Presidente e pré-candidato a prefeito paulistano participaram de evento em 1º de maio

A Justiça Eleitoral de São Paulo condenou o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o pré-candidato à prefeitura paulistana Guilherme Boulos (Psol) por propaganda antecipada. A ação é relativa a um evento do presidente com a participação do deputado pelo Dia do Trabalhador (1º de maio).

Lula classificou como uma “verdadeira guerra” a eleição municipal deste ano na capital paulista. O petista pediu que seus eleitores votem em Boulos.

O Partido Novo, então, acionou a Justiça. O juiz eleitoral Paulo Eduardo de Almeida Sorci atendeu ao pedido e condenou Lula ao pagamento de R$ 20 mil e Boulos a R$ 15 mil.

A legislação eleitoral impõe restrições à propaganda e pedido de votos no período de pré-campanha.

Leia também


Participe dos canais da Itatiaia:

É jornalista formado pela Universidade de Brasília (UnB). Cearense criado na capital federal, tem passagens pelo Poder360, Metrópoles e O Globo. Em São Paulo, foi trainee de O Estado de S. Paulo, produtor do Jornal da Record, da TV Record, e repórter da Consultor Jurídico. Está na Itatiaia desde novembro de 2023.
Leia mais