Ouvindo...

Times

Haddad crava acordo com líderes e prevê votação do Perse em plenário ainda nesta terça-feira

Ministro participou da reunião de líderes da Câmara nesta terça-feira; acordo prevê texto enxuto para o Perse com despesas de R$ 15 bilhões

Aliados e oposição construíram um acordo para votar em plenário, nesta terça-feira (23), o Projeto de Lei (PL) que enxuga o Programa Emergencial de Retomada do Setor de Eventos (Perse) e prevê até R$ 15 bilhões em despesas pela União até 2026.

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad (PT), participou da reunião com o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), e os líderes das bancadas, e confirmou o acordo.

“Vim à reunião para fechar o acordo em relação ao Perse. Saí convencido de que temos um acordo”, afirmou Haddad. “A espinha dorsal foi debatida e validada por duas dúzias de líderes”, acrescentou o ministro.

Leia também

Após a reunião, os líderes decidiram seguir o parecer da relatora da proposta, deputada Renata Abreu (Podemos-SP), que prevê a disponibilidade de R$ 15 bilhões da União para financiamento do Programa Emergencial, que deverá se estender até dezembro de 2026 ou até acabar o orçamento — o que ocorrer primeiro.

O acordo construído entre aliados do Palácio do Planalto e os defensores da manutenção do Perse é um meio-termo entre o desejo do Governo Federal de extingui-lo e a proposta da Câmara de mantê-lo integralmente, conforme criado à ocasião da pandemia de coronavírus.


Participe dos canais da Itatiaia:

Repórter de política em Brasília. Na Itatiaia desde 2021, foi chefe de reportagem do portal e produziu série especial sobre alimentação escolar financiada pela Jeduca. Antes, repórter de Cidades em O Tempo. Formada em jornalismo pela Universidade Federal de Minas Gerais.
Leia mais