Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

STF renova intimação para ex-deputada de MG explicar suposta ameaça de morte

Alê Silva não foi encontrada para esclarecer fatos relacionados a um episódio envolvendo um suposto apoiador de Marcelo Álvaro Antônio, ex-ministro do Turismo

deputada ale silva

A ex-deputada federal Alê Silva (Republicanos-MG)

Paulo Sergio/Câmara dos Deputados

O ministro Luís Roberto Barroso, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), renovou uma intimação à ex-deputada federal Alê Silva (Republicanos-MG) para que ela preste depoimento para explicar a suposta ameaça de morte feita por um homem que teria se identificado como apoiador de Marcelo Álvaro Antônio, ex-ministro do Turismo, hoje deputado federal pelo PL de Minas Gerais.

O caso teria acontecido em 7 de janeiro de 2022. Na ocasião, Alê Silva teria recebido uma ligação telefônica em que um homem não identificado teria dito ser apoiador do então ministro.

Em junho do ano passado, o relator do caso, ministro Nunes Marques, determinou a intimação de Alê e de Marcelo Álvaro Antônio para que eles prestassem esclarecimentos sobre o caso. Na ocasião, o ministro determinou que a ex-deputada apresentasse elementos que comprovassem a materialidade do crime.

Leia Também

Como Alê não foi encontrada no endereço inicialmente indicado, a Procuradoria-Geral da República (PGR) pediu a renovação da intimação, o que foi atendido por Barroso nesta terça-feira (23).

“Diante do exposto, determino a renovação da intimação de Alessandra Silva Ribeiro, nos termos do parecer ministerial público”, concluiu o ministro.

Participe do canal da Itatiaia no Whatsapp e receba as principais notícias do dia direto no seu celular. Clique aqui e se inscreva.

É jornalista formado pela Universidade de Brasília (UnB). Cearense criado na capital federal, tem passagens pelo Poder360, Metrópoles e O Globo. Em São Paulo, foi trainee de O Estado de S. Paulo, produtor do Jornal da Record, da TV Record, e repórter da Consultor Jurídico. Está na Itatiaia desde novembro de 2023.
Leia mais