Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Hospitais filantrópicos de BH vão receber cerca R$ 50 milhões a mais que no ano passado

Santa Casa, Risoleta Neves, Sofia Feldman e Hospital da Faculdade Ciências Médicas vão receber, pelo menos, 10% a mais que no ano passado. O valor não está incluído no aumento de 27% que o governo vai anunciar para os hospitais

Secretário Nacional de Atenção Especializada à Saúde, Helvécio Magalhães

Secretário Nacional de Atenção Especializada à Saúde, Helvécio Magalhães

Itatiaia

Os quatro hospitais filantrópicos de Belo Horizonte vão receber, neste ano, um recurso adicional de cerca de R$50 milhões a mais que no ano passado. O valor exato ainda será definido, mas será , no mínimo, 10% superior ao montante de R$ 500 milhões destinados em 2022.

Serão contemplados a Santa Casa de Belo Horizonte, o Hospital São Francisco, o Hospital da Faculdade Ciências Médicas e a maternidade Sofia Feldman.

Valor inédito

Segundo o Secretário Nacional de Atenção Especializada à Saúde, Helvécio Magalhães, falta apenas um documento da Comissão Intergestores Bipartite, composta pelo Governo de Minas e os municípios. “Nos últimos anos, o ministério não reajustou esses contratos, fruto do teto de gastos e de não priorização de Minas Gerais pela antiga gestão. Então nós vamos fazer isso. Já estamos terminando as contas, estamos aguardando um documento final que vira da Comissão Intergestores (CIB) nos autorizando a alocar esses recursos. Recursos adicionais devem passar de mais de R$ 50 milhões. É maior injeção de recursos de uma única vez no município de Belo horizonte”, afirmou.

Risoleta Neves

Além dos hospitais filantrópicos, o governo federal vai voltar a reajustar os repasses do Hospital Filantrópico Risoleta Neves. “O Hospital Universitários Risoleta Neves, que é muito importante. É o grande pronto socorro da Região metropolitana, muito bem gerido pela UFMG que nós vamos retomar o reajuste do ministério. O Estado já faz a parte dele. É um hospital estadual, o prédio é do Estado. Mas, o ministério parou no tempo nos últimos 5 anos. Nós vamos retomar um financiamento sustentável para esses hospitais”, declarou.

Reajuste para todo Brasil

Além do aporte de cerca de R$ 50 milhões para filantrópicos de BH, haverá um reajuste para hospitais 100% SUS neste ano.

Hospital da Baleia

Para o Hospital da Baleia, o Ministério aguarda um tramite que torne o hospital 100% SUS para que os benefícios sejam ampliados. “Também em Belo horizonte. Além desse que eu citei, nós aguardamos o pedido formal do Hospital da Baleia, que é outro hospital muito importante em Belo Horizonte. O pedido à secretaria municipal para se tornar 100%, assim que fizer, nós vamos também alocar recursos adicionais para equilibrar o contrato entre custos e receitas do Hospital de Baleia. Então, todo ano os hospitais que são 100% terão 27% a mais.

Edilene Lopes é jornalista, repórter e colunista de política da Itatiaia, podcaster no “Abrindo o Jogo” e mestre em ciência política pela UFMG. Graduou-se pelo Uni-BH e diplomou-se em jornalismo digital pelo Centro Tecnológico de Monterrey (México). Na Itatiaia desde 2006, já foi produtora e apresentadora. Em 2016 foi eleita, pelo Troféu Mulher Imprensa, a melhor repórter de rádio do Brasil.
Leia mais