Ouvindo...

Times

Com câncer, Fabiana Justus passa por mielograma; entenda o procedimento

Filha de Roberto Justus passou por exame bastante ‘importante’ nesta quinta-feira (25)

Fabiana Justus, de 37 anos, passou por um mielograma nesta quinta-feira (25), quase um mês após ser submetida a um transplante de medula óssea. A influenciadora possui leucemia mieloide aguda, um tipo de câncer de sangue.

Nesta manhã, a filha de Roberto Justus destacou que passaria por “exames importantes” e pediu “orações” para ter “bons resultados”. Pouco depois, ela agradeceu pela “torcida, orações e energia maravilhosa de sempre.”

Bárbara Araújo Milward Azevedo, hematologista do Grupo Oncolínicas, de Belo Horizonte, explica para que serve o exame, que é bastante importante para pacientes que passaram por este transplante.

“A medula óssea é a ‘fábrica do sangue’ e o mielograma é um exame indicado para estudar o funcionamento dela. Ele é indicado para investigar causas de diversas alterações que encontramos no hemograma como anemia, leucopenia, leucocitoses, trombocitopenia ou trombocitose. Também para investigação de algumas doenças infecciosas e também para investigar suspeitas de metástases e neoplasias próprias da medula óssea”, destaca a médica.

Leia também

Como se faz o mielograma?

A hematologista explica: “O procedimento do exame inclui uma punção da medula óssea, habitualmente feita no quadril (crista ilíaca posterior) ou no esterno. É realizado com anestesia local no local da punção. Pode ser realizado com ou sem sedação, dependendo do estado do paciente e tolerância”, esclarece.

De acordo com a médica, o tempo para o resultado depende do laboratório onde é analisando. “Os pacientes submetidos ao procedimento podem apresentar efeitos colaterais como: dor, sangramento e hematoma local, infecção local; o acidente de punção nos casos realizados em osso esternal pode causar lesões na membrana que envolve o coração (pericárdio). São muito raras”, encerra.

Diagnóstico de Fabiana Justus

No dia 25 de janeiro deste ano, Fabiana revelou ter sido diagnosticada com leucemia mieloide aguda e falou sobre a descoberta em vídeo postado nas redes sociais. Segundo a influenciadora, ela foi hospitalizada com ‘uma dor esquisita nas costas e febre’. A partir dali, ela foi internada, passou por exames, colocou o cateter e já começou a quimioterapia.

No dia 27 de março, Fabiana contou que conseguiu um doador 100% compatível com ela e que faria o tão esperado transplante de medula óssea. Após 13 dias, ela relatou que conseguiu a ‘pega’ e avançou no tratamento, recebendo alta hospitalar em 16 de abril.


Participe dos canais da Itatiaia:

Patrícia Marques é jornalista e especialista em publicidade e marketing. Já atuou com cobertura de reality shows no ‘NaTelinha’ e na agência de notícias da Associação Mineira de Rádio e Televisão (Amirt). Atualmente, cobre a editoria de entretenimento na Itatiaia.
Maria Clara Lacerda é jornalista formada pela PUC Minas e apaixonada por contar histórias. Na Rádio de Minas desde 2021, é repórter de entretenimento, com foco em cultura pop e gastronomia.


Leia mais