Ouvindo...

Times

Pacheco diz que a taxação das ‘blusinhas’ deve ser usada para compensar desoneração

Segundo o presidente do Senado, o projeto sobre desoneração deve ser aprovado antes do recesso parlamentar, que inicia em 18 de julho

O presidente do Congresso Nacional, senador Rodrigo Pacheco (PSD-MG), disse nesta terça-feira (25) que a taxação de compras internacionais de até US$ 50, a taxação das “blusinhas”, pode ser uma das medidas para compensar a desoneração da folha de pagamentos de estados e municípios.

“A própria taxação das compras de importação, que foi aprovada agora, recentemente, no Senado na Câmara e está à espera de sanção do presidente, também é uma fonte de arrecadação que pode ser considerada para os fins da desoneração”, afirmou Pacheco nesta tarde em declaração a jornalistas.

Leia também

O Senado aprovou no dia 5 o projeto de lei que taxa as compras internacionais de até 50 doláres. A chamada “taxa das blusinhas” será de cerca de 20% sobre as vendas. Texto seguiu para sanção do presidente Lula (PT).

Ainda, segundo Pacheco, o projeto sobre desoneração deve ser aprovado antes do recesso parlamentar, que inicia em 18 de julho.


Participe dos canais da Itatiaia:

Jornalista nascida na capital federal. Graduada pelo Instituto de Educação Superior de Brasília (Iesb), foi editora de política nos jornais O Tempo e Poder360. É especializada em Língua Portuguesa e Revisão de Texto. Na Itatiaia, é Supervisora de Conteúdo desde fevereiro de 2024.
Repórter da Itatiaia desde 2018. Foi correspondente no Rio de Janeiro por dois anos, e está em Brasília, na cobertura dos Três Poderes, desde setembro de 2020. É formado em Jornalismo pela FACHA (Faculdades Integradas Hélio Alonso), com pós-graduação em Comunicação Eleitoral e Marketing Político.
Leia mais