Ouvindo...

Times

Avião com Lula apresenta problema e aborta decolagem em São Paulo

Aeronave da Força Aérea Brasileira deu meia-volta logo após acelerar no Aeroporto de Congonhas

Um jato da Força Aérea Brasileira que transportava o presidente Luiz Inácio Lula da Silva em São Paulo apresentou um problema pontual e precisou abortar a decolagem no aeroporto de Congonhas, na tarde do domingo (4).

A informação foi revelada pelo site “Aeroin”, veículo especializado em notícias de aviação. Trata-se de um Airbus A319, usado como avião presidencial e que utiliza o código “Força Aérea Um”.

A decolagem começou às 16h44. Fontes ouvidas pela Itatiaia explicam que o piloto recebeu as autorizações para alinhar com a pista e para a decolagem. Quando começou a acelerar, segundos depois, já desacelerou. A partir desse momento, iniciou o procedimento para abortar a decolagem.

Leia também

Vale destacar que o movimento é normal e que é feito sempre quando são identificados impedimentos e obstáculos para o voo.

A meia-volta foi feita para evitar que o incidente tomasse mais tempo na pista, o que poderia afetar, por alguns minutos, pousos e decolagens.

O momento foi filmado e compartilhado pelo canal “Golf Oscar Romeo”. Nas imagens, é possível observar que a aeronave se movimenta sem ganhar velocidade para levantar voo. O veículo dá meia-volta na pista e retorna para um pavilhão do aeroporto.

O voo foi liberado cerca de 20 minutos após o retorno.

No último fim de semana, Lula esteve em São Paulo para cumprir agendas, incluindo o lançamento da obra entre Santos e Guarujá, no litoral do estado.

Participe do canal da Itatiaia no Whatsapp e receba as principais notícias do dia direto no seu celular. Clique aqui e se inscreva.

É jornalista formado pela Universidade de Brasília (UnB). Cearense criado na capital federal, tem passagens pelo Poder360, Metrópoles e O Globo. Em São Paulo, foi trainee de O Estado de S. Paulo, produtor do Jornal da Record, da TV Record, e repórter da Consultor Jurídico. Está na Itatiaia desde novembro de 2023.
Leia mais