Ouça a rádio

Compartilhe

Polícia prende em BH homem que ameaçou Lula e ministros do Supremo

A prisão foi decretada na quarta-feira (20/7) pelo ministro Alexandre de Moraes

A Polícia Federal prendeu Ivan Rejane em Belo Horizonte (MG) nesta sexta-feira

A Polícia Federal prendeu um homem por ameaças ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), em Belo Horizonte, nesta sexta-feira (22). Ele foi identificado como Ivan Rejane Fonte Boa Pinto, de 46 anos. A prisão foi decretada n pelo ministro Alexandre de Moraes.

Ivan é acusado de usar redes sociais e aplicativos de mensagem para ameaçar o Estado Democrático de Direito ao defender a extinção do STF, ameaçar os ministros e Lula.

“Anda de segurança armada na rua que nós, da direita, vamos começar a caçar você [Lula]. Caçar você, caçar Gleisi Hoffmann, esse Freixo, frouxo do caralho. Todos eles que te cercam, vagabundo", publicou ele em uma rede social.

“As declarações constantes de suas publicações em diversas redes sociais se revestem de convocação de terceiros não identificados, com união de desígnios, para utilização abusiva dos direitos de reunião e liberdade de expressão, para atentar contra a Democracia, o Estado de Direito e suas Instituições, ignorando a exigência constitucional das reuniões serem lícitas e pacíficas, o que pode configurar os crimes de associação criminosa (art. 288 do Código Penal) e abolição violenta do Estado Democrático de Direito (art. 359-L do Código Penal)”, registrou Alexandre no despacho, dado na quarta-feira, 20. O trecho foi divulgado pelo Estadão.

De acordo com a reportagem, o ministro também expediu um mandado de busca e apreensão na casa do investigado.

A reportagem tentou contato com a defesa de Ivan Rejane, mas não teve retorno até a publicação da matéria.



Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store