Ouvindo...

Times

Lula diz que Juscelino Filho, acusado de corrupção, tem o ‘direito de provar que é inocente’

Juscelino Filho, ministro das Comunicações, foi indiciado por suspeita dos crimes de organização criminosa, lavagem de dinheiro e corrupção passiva

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) disse que o ministro das Comunicações, Juscelino Filho, “tem o direito de provar que é inocente”. Ele foi indiciado na quarta-feira (12) pela Polícia Federal (PF) por suspeita de corrupção e organização criminosa.

O caso envolve supostos desvios de recursos de obras de pavimentação custeadas com dinheiro público da estatal federal Codevasf. A PF enviou relatório ao Supremo Tribunal Federal (STF) na terça-feira (11). O relator é o ministro Flávio Dino. O caso está sob sigilo.

Em nota, o ministro negou as acusações e afirmou que a investigação “concentrou-se em criar uma narrativa de culpabilidade perante a opinião pública, com vazamentos seletivos, sem considerar os fatos objetivo”.

Leia também

Lula está em Genebra, na Suíça, onde participará de um evento da Organização Internacional do Trabalho (OIT) e de uma celebração dos 35 anos do livro “O Alquimista”, do escritor Paulo Coelho.

“Eu acho que o fato de o cara estar indiciado não significa que ele cometeu um erro. Significa que alguém está acusando, e a acusação foi aceita. Agora, é preciso que as pessoas provem que são inocentes”, afirmou ele a jornalistas presentes.

Lula afirmou também que ainda conversará com o ministro nesta quinta-feira (13) antes de tomar uma decisão em relação ao futuro dele no governo.


Participe dos canais da Itatiaia:

Jornalista nascida na capital federal. Graduada pelo Instituto de Educação Superior de Brasília (Iesb), foi editora de política nos jornais O Tempo e Poder360. É especializada em Língua Portuguesa e Revisão de Texto. Na Itatiaia, é Supervisora de Conteúdo desde fevereiro de 2024.
Leia mais