Ouvindo...

Times

Justiça notifica oficialmente filho de Lula por agressões e ameaças à ex-mulher

A defesa de Luís Cláudio Lula da Silva deve explicar porque ele está distante de São Paulo, local onde o processo corre

A Justiça de São Paulo notificou oficialmente Luís Cláudio Lula da Silva sobre o processo em que ele vai responder por violência doméstica e ameaça contra a ex-mulher, Natália Maria Schincariol. A médica psicanalista registrou boletim de ocorrência contra ele no início do mês. A Itatiaia teve acesso a um trecho do despacho. O processo corre em segredo de justiça.

O Juizado Central de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher, que é responsável pelo caso, pede que a defesa explique o porquê da ausência de Luís Cláudio de São Paulo. O filho mais novo do presidente Lula (PT), vale lembrar, é dirigente do Parintins Futebol Clube, time do Amazonas.

No mesmo processo, a Justiça paulista concedeu medida protetiva a Natália Schincariol. Pela decisão, ele precisou deixar o apartamento onde vive com ela, mantendo distância mínima de 200 metros, além de não poder frequentar os locais de trabalho, estudo e de cultos religiosos da psicanalista.

Em 2 de abril, Natália registrou um boletim de ocorrência contra Luís Cláudio na Delegacia de Defesa da Mulher de São Paulo. O documento registra que, entre as agressões, Luís Cláudio teria dado uma cotovelada na barriga de Natália. O documento traz relatos sobre ele “contrair doença com amante” e expor a companheira, intencionalmente.

Leia também

A cotovelada, segundo relato da psicanalista, teria acontecido durante uma briga em janeiro deste ano. Natália também registrou queixa por violência verbal, psicológica e moral, que teria colocado em risco a integridade física e mental dela. A médica contou aos investigadores que precisou se afastar do trabalho por um mês devido ao trauma causado pelas agressões, e que foi hospitalizada com crises de ansiedade. Ela disse que recebeu ameaças do ex-companheiro, e que chegou a receber ofensas como “doente mental”, “vagabunda” e “louca”.

Ainda em relato no BO, Natália Schincariol disse ter sido exposta publicamente nas redes sociais e na sociedade, inclusive com a presença do agressor com outra pessoa enquanto os dois mantinham um relacionamento. Ela relatou ter sido manipulada e ameaçada para não denunciar as agressões, sob a alegação de que o agressor é filho do presidente da República.


Participe dos canais da Itatiaia:

É jornalista formado pela Universidade de Brasília (UnB). Cearense criado na capital federal, tem passagens pelo Poder360, Metrópoles e O Globo. Em São Paulo, foi trainee de O Estado de S. Paulo, produtor do Jornal da Record, da TV Record, e repórter da Consultor Jurídico. Está na Itatiaia desde novembro de 2023.
Leia mais