Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

As três possibilidades de Gabriel Azevedo para a disputa à PBH

Presidente da Câmara conversa com MDB, Republicanos e União Brasil

O presidente da Câmara Municipal de Belo Horizonte, Gabriel Azevedo (sem partido), não desistiu de ser candidato à prefeitura da capital. Sem partido, desde que saiu do Patriota em 2022, ele mantem conversas com pelo menos três partidos: MDB, Republicanos e União Brasil.

No MDB, comandado pelo deputado federal Newton Cardoso Júnior, Gabriel teria a garantia de ser candidato PBH. Para a Câmara Municipal, o objetivo do partido é fazer pelo menos dois vereadores, lançando como candidatos pretendentes sem mandato. A saída do vereador Preto do Sacolão, que poderia ser reeleito pela legenda, foi uma das estratégias do deputado federal Newton Cardoso Júnior para renovar a estrutura da sigla.

No Republicanos, Azevedo tem o apoio do presidente municipal, deputado federal Gilberto Abramo, mas o deputado federal Euclydes Pettersen, presidente estadual, quer focar nas filiações primeiro pra depois fechar o nome que vai disputar a prefeitura da capital. O senador Carlos Viana pode ser uma aposta da sigla para a disputa.

No União Brasil, o vereador teria a sinalização do deputado federal Marcelo de Freitas, presidente estadual da legenda. No entanto, a mudança nacional, com a saída de Luciano Bivar da presidência e entrada Antônio Rueda, pode gerar reflexos nas articulações municipais. Como aliado de Bivar, Freitas corre o risco de perder o comando regional da legenda.

Participe do canal da Itatiaia no Whatsapp e receba as principais notícias do dia direto no seu celular. Clique aqui e se inscreva.

Edilene Lopes é jornalista, repórter e colunista de política da Itatiaia e podcaster no “Abrindo o Jogo”. Mestre em ciência política pela UFMG e também diplomada em jornalismo digital pelo Centro Tecnológico de Monterrey (México). Na Itatiaia desde 2006, já foi apresentadora e registra no currículo grandes coberturas nacionais, internacionais e exclusivas com autoridades, incluindo vários presidentes da República. Premiada, em 2016 foi eleita, pelo Troféu Mulher Imprensa, a melhor repórter de rádio do Brasil.
Leia mais