Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Em BH, Janones promete emendas para área de risco e comenta denúncia de rachadinha: ‘super tranquilo’

Deputado federal se reuniu com o prefeito Fuad Noman (PSD) nesta sexta (26) e visitou Vila do Índio, atingida por temporal nesta semana

deputado federal andre janones

Janones encontrou com o prefeito Fuad Noman (PSD) em Belo Horizonte, nesta sexta (26)

Maryanna Oliveira/Câmara dos Deputados

O deputado federal André Janones (Avante) se reuniu com o prefeito de Belo Horizonte, Fuad Noman (PSD), nesta sexta-feira (26), quando prometeu que irá destinar R$ 2 milhões para ações contra as enchentes na Vila do Índio, em Venda Nova, atingida por um forte temporal na última terça-feira (23).

O parlamentar também disse estar “super tranquilo” sobre uma denúncia de “rachadinha” em seu gabinete parlamentar na Câmara dos Deputados. Janones foi denunciado no Comitê de Ética da Casa pelo Partido Liberal (PL), depois que um suposto áudio de um assessor vazou, dando a entender que ele seria responsável por organizar um esquema em que assessores de seu gabinete repassariam a ele parte de seus salários para bancar gastos de uma campanha eleitoral de 2016, quando disputou a Prefeitura de Ituiutaba, sua cidade natal.

O Ministério Público Federal (MPF) abriu um inquérito para investigar a denúncia. A prática teria ocorrido no gabinete de Janones entre 2019 e 2022, durante seu primeiro mandato como deputado federal. De acordo com ele, os assessores foram ouvidos pela Justiça e negaram o crime.

“Eu estou super tranquilo. Quando saiu a notícia do inquérito, eu disse o seguinte: ‘finalmente uma boa notícia’. Eu fiquei aliviado. A única maneira que eu tenho de provar a minha inocência é sendo investigado, se eu não for investigado, eu nunca vou provar que sou inocente”, afirmou.

Leia Também

Janones também disse não ter cometido nenhum crime em seu gabinete e que o áudio foi retirado de contexto.

“Foi uma conversa absolutamente fora de contextom onde foi falado sobre a questão que nunca foi feita, nunca foi colocado em prática. A investigação já mostrou que o áudio foi adulterado e as próprias pessoas que denunciaram já disseram que nunca presenciaram a prática de nenhum crime”, disse à reportagem.

Gravação

O áudio teria sido captado em 2019. Na gravação, feita por um ex-funcionário do deputado do Avante, há a menção a um assessor de Janones que, embora recebesse R$ 10 mil mensais, deveria repassar parte do salário ao deputado. Em 2016, o parlamentar disputou a prefeitura de Ituiutaba. Ele ficou em segundo lugar, com 13.759 votos - 24% dos votos.

“Tem algumas pessoas aqui, que ainda vou conversar em particular depois, que vão receber um pouco de salário a mais e vão me ajudar a pagar as contas do que ficou na minha campanha de prefeito, que eu perdi R$ 675 mil na campanha. Elas vão ganhar mais para isso. ‘Ah, isso é devolver salário e você está chamando de outro nome’. Não, não é. Porque devolver salário você manda na minha conta e eu faço o que eu quiser. São simplesmente algumas pessoas que eu confio e que participaram comigo em 2016, que eu acho que elas entendem que meu patrimônio foi todo dilapidado”, afirma o homem que, na gravação, seria Janones.

Emendas para chuvas

André Janones esteve na Vila do Índio, uma comunidade localizada na região de Venda Nova e que ficou alagada durante o temporal do início da semana. No local, ele disse que iria destinar R$ 2 milhões em emendas parlamentares para intervenções na região.

“Infelizmente é uma situação lamentável, triste, mas ao mesmo tempo corriqueira. É muito comum o problema das chuvas em Belo Horizonte. Interrompi as férias quando fui informado do acontecimento e vim aqui para poder ver de perto as áreas afetadas e buscar recursos junto ao governo federal”, afirma.

“De início, a gente está destinando, assim que abrir o sistema lá na Câmara dos Deputados, R$ 2 milhões ainda para este primeiro semestre. Esse é um valor que é muito para quem oferece, mas é pouco para quem recebe, diante das demandas”, afirmou.

Participe do canal da Itatiaia no Whatsapp e receba as principais notícias do dia direto no seu celular. Clique aqui e se inscreva.

Jornalista graduado pela PUC Minas; atua como apresentador, repórter e produtor na Rádio Itatiaia em Belo Horizonte desde 2019; repórter setorista da Câmara Municipal de Belo Horizonte.
Editor de política. Foi repórter no jornal O Tempo e no Portal R7 e atuou no Governo de Minas. Formado em Comunicação Social pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), tem MBA em Jornalismo de Dados pelo IDP.
Leia mais