Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

PF prende quatro pessoas suspeitas de ameaçarem servidores em Divinópolis

Segundo a prefeitura, agentes da Polícia Federal chegaram na sede do Executivo municipal no fim do expediente

prefeitura-divinopolis.jpeg

Polícia Federal prendeu suspeitos de ameaçarem servidores em Divinópolis

Reprodução / Google Maps

A Polícia Federal prendeu quatro pessoas suspeitas de ameaçarem servidores da Prefeitura de Divinópolis, na região Centro-Oeste de Minas Gerais. As informações foram confirmadas pelo Executivo municipal. Os suspeitos foram presos no pátio administrativo da sede daprefeitura. Questionada pela Itatiaia, a administração municipal informou que os servidores eram vítimas de ameaças e tentativas de extorsão do grupo.

A prefeitura, administrada por Gleison Azevedo (Novo), irmão do senador Cleitinho, informou, ainda, que a PF realizou as prisões no final do expediente, horário em que poucos funcionários estavam na sede do Executivo e garantiu que todos os servidores estão bem.

Leia Também

Por meio de nota, a PF informou que “por volta das 18 horas de terça-feira prendeu em flagrante quatro pessoas pelo crime de extorsão contra funcionário público ocorrido na prefeitura municipal de Divinópolis”.

“Segundo apurado, os indivíduos exigiram do servidor da prefeitura percentual referente a verba federal que foi destinada ao município. A PF iniciou diligências imediatamente após receber a denúncia por parte do servidor municipal e efetuou a prisão em flagrante em razão dos criminosos terem ameaçado o servidor de morte, caso não fosse paga a quantia exigida. Os presos foram conduzidos até a Delegacia da Polícia Federal em Divinópolis, onde está sendo lavrado o auto de prisão em flagrante pelo crime de extorsão”, diz a nota da PF.

Participe do canal da Itatiaia no Whatsapp e receba as principais notícias do dia direto no seu celular. Clique aqui e se inscreva.

Repórter de política na Rádio Itatiaia. Começou no rádio comunitário aos 14 anos. Graduou-se em jornalismo pela PUC Minas. Em Belo Horizonte, teve passagens pelas rádios Alvorada, BandNews FM e CBN. No Grupo Bandeirantes de Comunicação, ocupou vários cargos até chegar às funções de âncora e coordenador de redação na BandNews FM BH. Cobriu as tragédias ambientais da Samarco, em Mariana, e da Vale, em Brumadinho. Vencedor de 8 prêmios de jornalismo. Em 2023, venceu o Prêmio Nacional de Jornalismo CNT.
Leia mais