Ouça a rádio

Compartilhe

Moro se diz surpreso com decisão do TRE, mas mantém intenções eleitorais

Ex-juiz da Operação Lava-Jato teve candidatura em São Paulo barrada pelo tribunal paulista 

Ex-juiz da Lava-Jato teve candidatura barrada em São Paulo

O ex-juiz da Lava-Jato Sergio Moro se disse surpreso com a decisão do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) que, em julgamento na terça-feira (07), não reconheceu seu domicílio eleitoral na capital paulista. 

Por meio das redes sociais, Moro afirmou que não desistirá do Brasil, indicando que mantém planos para a eleição de 2022. Ele disse ainda que anunciará em breve seus próximos passos. 

“Recebi surpreso a decisão do TRE de São Paulo na ação proposta pelo PT. Nas ruas, sinto o apoio de gente que, como eu, orgulha-se do resultado da Lava Jato e não desistiu de lutar pelo Brasil. Anunciarei em breve meus próximos passos. Mas é certo que não desistirei do Brasil”, disse Moro. 

Uma ação do deputado Alexandre Padinha (PT) e do PT de São Paulo questionou no TRE-SP a mudança domiciliar de Moro. O ex-juiz tinha residência no Paraná, mas mudou seu endereço para São Paulo com intenção de disputar a eleição no estado. 

Legislação

De acordo com a legislação eleitoral é preciso que o candidato tenha residência mínima de três meses no novo domicílio para que o título seja reconhecido. 

O relator do caso no TRE paulista, juiz Maurício Fiorito, avaliou que notas fiscais de um hotel da capital paulista colocaram em dúvida a argumentação de que Moro já estava morando em São Paulo no início deste ano. 

Com a decisão, Moro fica impedido de disputar a eleição como deputado ou senador pelo estado de São Paulo. O ex-juiz poderá recorrer da decisão no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). 


Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store

Acesso rápido