Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Quais são os melhores exercícios para emagrecer em casa?

Especialista em fisiologia do exercício dá dicas e recomendações sobre como emagrecer fazendo atividades em casa

Seja por não gostarem de frequentar a academia, seja por falta de dinheiro, cada vez mais os brasileiros têm optado por se exercitarem em casa. Mas quais os melhores exercícios para praticar em ambiente doméstico?

Em entrevista à Itatiaia, Luciano Sales Prado, doutor em fisiologia do exercício e professor do Laboratório de Fisiologia do Exercício e do Centro de Treinamento Esportivo da Universidade Federal de Minas Gerais, explica como realizar atividades físicas em casa de forma segura.

Rotina de exercícios em casa

O professor destaca que, em uma rotina de exercícios em casa, é importante que as pessoas pratiquem uma atividade que elas gostem.

“Os exercícios precisam ser prazerosos para pessoa que os realiza. Tem que fazer o que gosta, sem isso, o sujeito não consegue aderir ao programa e pode acabar desistindo muito rápido”
Luciano Sales Prado

Ele também destaca que é normal que os alunos sintam desanimo para começar as atividades, mas que é importante ter em mente que logo em seguida vem a sensação de bem-estar.

Exemplos de exerícios para fazer em casa

Entre as opções de atividades que podem ser feitas em casa, Prado sugere:

  • programas de treinamento online oferecido por profissionais credenciados;
  • acompanhamento com personal trainer;
  • exercícios, como pedalar em bicicleta ergométrica, correr em uma esteira e atividades de ginástica.

"É muito importante que esses exercícios levem a uma determinada exigência do corpo e a um aumento da frequência cardíaca. Então, as atividades devem atingir um aumento de frequência cardíaca de pelos 65% da frequência cardíaca máxima”, explica.

Leia também

Tempo dos exercícios

O profissional esclarece que quem não quer fazer esse calculo deve levar em consideração o ritmo da respiração. “A pessoa tem que se sentir ofegante ou levemente ofegante, pelo menos durante o exercício”, afirma. Prado destaca que os melhores exercícios para serem feitos em casa é a bicicleta e a esteira em uma duração mínima de 20 a 30 minutos. “Se for considerado um dia, as pessoas podem fazer, por exemplo, 10 minutos de exercício de manhã e 20 minutos durante a noite. Mas, eu recomendo uma sessão de 20 a 30 minutos diretos”, aconselha.

Intensidade das atividades

O educador físico pontua que atualmente, com as redes socais, há um incentivo e uma preocupação muito grande em fazer exercícios intensos. No entanto, Prado frisa que apesar dessas atividades serem boas, nem sempre é necessário que as pessoas façam exercícios intensos. “As atividades podem ser feitas de forma longa e moderadas, por exemplo, caminhadas longas também funcionam. O que importa é ficar bastante tempo realizando o exercício, nesse caso”, afirma.

Como evitar lesões?

Quando as pessoas decidem fazer exercícios físicos em casa sem monitoramento de um profissional, elas podem ficar sujeitas a lesões. Por isso, Prado esclarece que é necessário dar atenção aos sinais que o próprio corpo dá. “Se há dor exagerada nas articulações, dores musculares exageradas, é um sinal de que os movimentos estão sendo executados de forma errada, ou que o exercício está longo ou intenso demais”, pontua.

“As pessoas precisam respeitar os limites do próprio corpo. Há uma postura que precisa ser respeitada realização dos exercícios, mesmo que seja na bicicleta, mesmo que seja na corrida. De preferência, esse posicionamento deve ser monitorado por um profissional”, finaliza

Participe do canal da Itatiaia no Whatsapp e receba as principais notícias do dia direto no seu celular. Clique aqui e se inscreva.

Ana Luisa Sales é estudante de jornalismo da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Na Itatiaia desde 2022, já passou por empresas como ArcelorMittal e Record TV Minas. Atualmente escreve para as editorias entretenimento, curiosidades e cidades.
Leia mais