Ouvindo...

Times

Assembleia de MG aprova projeto que cria a ‘nota fiscal mineira’ e prevê prêmios em dinheiro

Deputados aprovaram projeto que prevê premiação de consumidores que pediram nota fiscal com CPF

A Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) aprovou o projeto de lei que cria o Programa de Estímulo à Cidadania Fiscal de Minas Gerais, que possibilitaria a chamada “nota fiscal mineira”.

O texto segue agora para análise do governador Romeu Zema (Novo), que pode sancionar ou vetar a proposta.

A proposta, de autoria do deputado estadual João Bosco (Cidadania) quer incentivar cidadãos a solicitarem a nota fiscal com CPF em qualquer compra no estado e, deste modo, o governo poderia sortear prêmios em dinheiro, como forma de devolução do imposto recolhido dos estabelecimentos.

Veja mais: Deputados mantém veto de Zema a trecho do orçamento que previa R$ 1 bilhão para combate à miséria

A cada nota emitida, o comprador receberá um bilhete numerado para participar, e os prêmios podem chegar a R$1 milhão. A intenção do projeto é combater a sonegação fiscal.

“Esse projeto foi apresentado em 2015 e agora torna-se uma realidade. Ele visa promover o estímulo à cidadania fiscal, sobretudo criando benefícios aos cidadãos que fizerem qualquer tipo de compra, seja em supermercado ou loja. Ele solicita a inclusão do CPF na nota e com isso terá direito a prêmios que serão oferecidos pelo estado, que variam de R$ 100 a R$ 1 milhão”, afirmou o parlamentar.

Segundo o deputado Bosco, o estado já teria aporte de R$23 milhões para sustentar a proposta. Por outro lado, com o combate à sonegação, pode haver arrecadação de R$ 80 milhões anuais.

“Esse projeto será regulamentado, mas já há o entendimento de que, inicialmente o valor de R$ 23 milhões a serem distribuídos aos cidadãos que aderirem ao programa”, explica o deputado.

Leia também


Participe dos canais da Itatiaia:

Jornalista graduado pela PUC Minas; atua como apresentador, repórter e produtor na Rádio Itatiaia em Belo Horizonte desde 2019; repórter setorista da Câmara Municipal de Belo Horizonte.
Leia mais