Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Chanceler de Israel torna a exigir desculpas de Lula e afirma que declaração é ‘vergonha para o Brasil’

Ministro israelense, Israel Katz, afirmou em rede social que declaração do presidente Lula é ‘cuspe no rosto dos judeus brasileiros’

O ministro das Relações Exteriores israelense, Israel Katz, tornou a exigir que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) peça desculpas pela declaração feita no último domingo (18) comparando os ataques das tropas de Benjamin Netanyahu ena Faixa de Gaza ao Holocausto.

Em longa publicação nesta terça-feira (20), Katz escreveu que não é tarde para o petista se desculpar e reforçou que Lula continuará sendo classificado como persona non-grata até que seja feita uma retratação. “Sua comparação é promíscua, delirante. Vergonha para o Brasil e um cuspe no rosto dos judeus brasileiros”, postou no X em publicação diretamente dirigida à página oficial do presidente brasileiro.

Katz escreveu ainda que os judeus e os israelenses estão à espera de uma declaração de arrependimento de Lula. “Milhões de judeus em todo o mundo estão à espera do seu pedido de desculpas. Como ousa comparar Israel a Hitler?”, pontuou o ministro israelense.

O chanceler e o presidente Lula personificam a crise diplomática entre Brasil e Israel. Após a declaração do petista durante viagem à Etiópia no domingo, Katz convocou o embaixador brasileiro em Israel, Frederico Meyer, para uma reunião pública com presença da imprensa no Museu do Holocausto. Durante o encontro, Katz declarou em hebraico, idioma que não é compreendido pelo diplomata brasileiro, que Lula seria considerado persona non-grata após o ocorrido.

Leia também

A crise se acentuou em seguida. Lula ordenou que Meyer retorne ao Brasil, e o embaixador deve chegar à capital federal, Brasíla, nesta noite de terça-feira. Ainda nessa segunda-feira (19), o ministro das Relações Exteriores Mauro Vieira convocou para uma reunião com tom de reprimenda o embaixador de Israel no país, Daniel Zonshine. Eles se encontraram à noite no Palácio do Itamaraty, no Rio de Janeiro.

Participe do canal da Itatiaia no WhatsApp e receba as principais notícias do dia direto no seu celular. Clique aqui e se inscreva.

Repórter de política em Brasília. Na Itatiaia desde 2021, foi chefe de reportagem do portal e produziu série especial sobre alimentação escolar financiada pela Jeduca. Antes, repórter de Cidades em O Tempo. Formada em jornalismo pela Universidade Federal de Minas Gerais.
Leia mais