Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Resgatados da Faixa de Gaza serão incluídos no Bolsa Família

A inclusão em programas sociais seguirá os critérios do Cadúnico

Andre Quinta Itatiaia.jpg

Resgatados da Faixa de Gaza serão incluídos no Bolsa Família

Itatiaia

As 48 pessoas resgatadas da Faixa de Gaza pelo governo brasileiro e que chegaram ao Brasil, nesta segunda-feira (11), serão incluídas em programas sociais como o Bolsa Família e o Benefício de Prestação Continuada (BPC), que é a garantia de um salário mínimo por mês ao idoso com mais de 65 anos e à pessoas com deficiência. "É importante é que a gente possa também incorporá-los aos programas sociais em curso no país e garantir todo o suporte necessário para que eles iniciem um processo, um projeto de reconstrução de suas vidas nessa fase tão complexa”, explica André Quintão, Secretário Nacional de Assistência Social.

O grupo é composto por 11 brasileiro-palestinos e 37 palestinos. São 17 mulheres (duas idosas), quatro adultos e 27 crianças e adolescentes, que terão acesso a escolas públicas. Nos próximos dias, eles passam pela fase de acolhimento. “Nessa abordagem, nesse acolhimento, eles ficarão por alguns dias, dois a três dias, em Brasília, recebendo o apoio psicológico, a imunização, o atendimento médico, a regulamentação migratória, documentação e também um processo de identificação de parentes, amigos, que estão espalhados pelo Brasil, no sentido também deles terem esse contato próximo com as suas respectivas famílias”, detalha.

O governo também busca parceria para abrigar os que não têm parentes no Brasil. “De famílias que não tenham qualquer referência no Brasil nesse momento, o Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome buscará parceiros para o abrigamento provisório, para o acolhimento”, afirma Quintão.

Edilene Lopes é jornalista, repórter e colunista de política da Itatiaia, podcaster no “Abrindo o Jogo” e mestre em ciência política pela UFMG. Graduou-se pelo Uni-BH e diplomou-se em jornalismo digital pelo Centro Tecnológico de Monterrey (México). Na Itatiaia desde 2006, já foi produtora e apresentadora. Em 2016 foi eleita, pelo Troféu Mulher Imprensa, a melhor repórter de rádio do Brasil.
Leia mais