Ouvindo...

Times

PF investiga governador de São Paulo por suposto crime eleitoral

A investigação apura se a campanha do então candidato criou uma versão falsa de que Tarcísio de Freitas teria sido vítima de um atentado para alcançar popularidade.

A Polícia Federal abriu um inquérito para apurar suposto crime eleitoral do governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas, (Republicanos). Durante uma agenda de campanha em Paraisópolis, na capital paulista, houve um tiroteio. A investigação apura se a campanha do então candidato criou uma versão falsa de que Tarcísio teria sido vítima de um atentado para alcançar popularidade e, consequentemente, benefícios eleitorais.

Tarcísio é considerado, hoje, um dos nomes mais fortes para enfrentar Lula nas eleições presidenciais em 2026, o que tem inspirado queixas de aliados do governador que alegam nos bastidores instrumentalização da PF.

A assessoria de Tarcísio disse, em nota, que o caso já foi investigado pela Justiça Eleitoral e a conclusão é de que não teria havido ingerência política. O que tornaria sem finalidade a investigação pela Polícia Federal.

Repórter da Itatiaia em Brasília
Leia mais