Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Indicados de Lula para diretorias do Banco Central são aprovados em sabatina no Senado

Aprovados em sessão da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) nesta terça-feira (28), Rodrigo Alves e Paulo Pichetti assumirão os cargos em janeiro

Rodrigo Alves Teixeira assumirá a diretoria de Assuntos Internacionais do Banco Central a partir de janeiro de 2024

Rodrigo Alves Teixeira assumirá a diretoria de Assuntos Internacionais do Banco Central a partir de janeiro de 2024

Pedro França | Agência Senado

A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado Federal aprovou nesta terça-feira (28) as indicações do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para duas diretorias do Banco Central. A partir de janeiro de 2024, o servidor de carreira Rodrigo Alves Teixeira assumirá a diretoria de Relacionamento, Cidadania e Supervisão de Conduta, e o economista Paulo Pichetti será o titular da Diretoria de Assuntos Internacionais. Os dois substituirão, respectivamente, Mauricio Moura e Fernando Guardado. Agora, os nomes aprovados serão submetidos ao plenário do Senado.

Os nomes indicados por Lula foram remetidos ao presidente do Congresso Nacional, senador Rodrigo Pacheco (PSD-MG), no início deste mês. Com as aprovações das indicações, o governo presidido pelo petista passará a ocupar quatro das nove cadeiras do Comitê de Política Monetária (Copom), do Banco Central. As outras duas também indicadas por Lula couberam ao braço-direito do ministro Fernando Haddad, Gabriel Galípolo, que assumiu a Diretoria de Política Monetária, e ao advogado e servidor de carreira Ailton Aquino, à frente da Diretoria de Fiscalização.

O colegiado é o responsável pela definição sobre o rumo da taxa de juros no Brasil. Lula e aliados próximos pressionam o presidente do Banco Central e do comitê, Roberto Campo Neto, a acelerar a queda da Selic. Nas últimas três reuniões, o Copom reduziu a taxa de juros em 0.5 ponto percentual; assim, entre agosto e este mês de novembro, a Selic sofreu a redução de 13,75% para 12,25% ao ano.

Repórter de política em Brasília. Na Itatiaia desde 2021, foi chefe de reportagem do portal e produziu série especial sobre alimentação escolar financiada pela Jeduca. Antes, repórter de Cidades em O Tempo. Formada em jornalismo pela Universidade Federal de Minas Gerais.
Leia mais