Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Nomes dos dois novos indicados ao Banco Central são enviados por Lula ao Senado

Indicados para diretorias do Banco Central serão sabatinados pelo Banco Central e, se aprovados, começarão os mandatos em janeiro de 2024

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) remeteu ao Senado Federal, nesta sexta-feira (10), os nomes dos dois indicados para cargos que serão desocupados, em dezembro, nas diretorias de Assuntos Internacionais e de Relacionamento, Cidadania e Supervisão de Conduta, no Banco Central. Há dez dias, o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, indicou que os escolhidos eram o servidor de carreira Rodrigo Alves Teixeira, para a Diretoria de Relacionamento, e o economista Paulo Pichetti para a Diretoria de Assuntos Internacionais.

Com os nomes remetidos ao Senado através do Diário Oficial da União (DOU), o presidente do Congresso Nacional, senador Rodrigo Pacheco (PSD-MG), definirá a data em que os dois indicados serão sabatinados pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE). Se aprovados, Rodrigo Alves Teixeira e Paulo Pichetti assumirão os cargos em janeiro de 2024. Os dois substituirão, respectivamente, Mauricio Moura e Fernanda Guardado.

Assim que os indicados por Lula assumirem os cargos, o governo petista passará a ocupar quatro das nove cadeiras do Comitê de Política Monetária (Copom), do Banco Central. As duas primeiras ocupadas por indicados pelo Executivo couberam ao economista Gabriel Galípolo, que assumiu a Diretoria de Polícia Monetária, e ao advogado e servidor de carreira Ailton Aquino, diretor de Fiscalização.

O Copom é o responsável por definir o rumo da taxa de juros no Brasil. Desde o início do mandato, Lula e aliados próximos pressionam o presidente da instituição, Roberto Campos Neto, a acelerar a queda na Selic. Nas últimas três reuniões, o Copom reduziu a taxa de juros em 0.5 percentual; assim, entre agosto e novembro, a Selic caiu de 13,75 para 12,25% ao ano.

Repórter de política em Brasília. Na Itatiaia desde 2021, foi chefe de reportagem do portal e produziu série especial sobre alimentação escolar financiada pela Jeduca. Antes, repórter de Cidades em O Tempo. Formada em jornalismo pela Universidade Federal de Minas Gerais.
Leia mais