Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Jovem brasileiro que atuava como combatente morre na guerra da Ucrânia

Familiares no Brasil confirmaram a morte de Júlio César Sales Soeiro, de 23 anos, após um ataque de mísseis na cidade de Andriivka

Jovem de 23 anos atuava como voluntário na guerra que a Ucrânia trava com a Rússia

Jovem de 23 anos atuava como voluntário na guerra que a Ucrânia trava com a Rússia

Reprodução/Facebook Juliana Salles

Um brasileiro de 23 anos que atuava como combatente voluntário no exército ucraniano, na guerra contra a Rússia, morreu no último final de semana após um ataque de mísseis. As informações são de familiares de Júlio César Sales Soeiro, de 23 anos. O jovem é natural do município de Machadinho D’Oeste, em Rondônia.

Segundo familiares, a morte foi comunicada por um amigo de Júlio que mantinha contato diário com ele pela internet. O falecimento ainda não foi confirmado à família pelo governo ucraniano.

Nas redes sociais, a irmã do jovem, Juliana Salles, lamentou a perda e relembrou os pedidos para que Júlio não lutasse na guerra. “Como eu te implorei pra você voltar, mas você sempre quis ser um herói de guerra”, disse.

Parentes contam que o jovem sempre teve o sonho de atuar no exército. Na Ucrânia, ele fez um período de treinamentos antes de ir para a batalha. A morte teria ocorrido após um ataque de míssil na cidade de Andriivka, próximo a Donetsk.

Momento da guerra

Segundo o portal Euronews, o combate na cidade Avdiivka tornou-se um dos mais intensos nos últimos dias. No momento, tropas russas continuaram a tentar cercar a cidade, mas sem sucesso. No local está situada a fábrica de coque de Avdiivka - uma das maiores usinas siderúgicas do país.

À Reuters, o oficial ucraniano Oleksandr Tarnavskyi, que lidera as forças de Kiev na área, informou as tropas russas intensificaram ataques aéreos em torno de Avdiivka e também em Donetsk nos últimos dias, com mais de 30 ataques por mísseis por dia.

Leia mais