Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

‘Muda quem está na quadra, mas não mudam compromissos’, diz Padilha sobre troca de Moser por Fufuca

Ministro defendeu a entrada de deputado do PP no governo federal e falou, também, sobre a substituição de Márcio França por Sílvio Costa Filho nos Portos e Aeroportos

O ministro Alexandre Padilha (PT-SP), chefe da Secretaria de Relações Institucionais do governo federal, disse, nesta quinta-feira (7), que a saída de Ana Moser do Ministério do Esporte não anula os “compromissos” do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) com a área. Antes do desfile do Dia da Independência, em Brasília (DF), ele afirmou que Lula acredita que, mesmo fora do primeiro escalão, Moser, substituída pelo deputado federal André Fufuca (PP-MA), “vai continuar colaborando com o esporte brasileiro e com as políticas públicas federais”.

“No próprio vôlei, às vezes, acontece de o treinador ter de tirar, em certo momento do jogo, a sua maior ponta de rede para colocar um líbero, melhorar a defesa, o passe, ou enfrentar um momento do jogo. Estamos tendo uma mudança de quem está na quadra, mas não mudam os compromissos com o esporte brasileiro”, garantiu, em menção à modalidade praticada por Moser.

A reforma ministerial, desenhada por Lula para acomodar, no governo, forças ligadas ao Centrão, também mexeu na pasta de Portos e Aeroportos. Márcio França (PSB-SP) deu lugar a Sílvio Costa Filho (Republicanos-PE). França, agora, vai chefiar o Ministério das Micro e Pequenas Empresas, que ainda não foi oficialmente criado.

Segundo Padilha, o ingresso de PP e Republicanos na Esplanada dos Ministérios serve para “reforçar” o governo. Ele indicou confiar na entrada dos partidos como forma de ampliar os votos dados por congressistas a projetos encampados por Lula.

“Esse desfecho consolida uma colaboração política que já vinha acontecendo no primeiro semestre. É como se fosse o primeiro turno do campeonato. A gente vem sendo vitorioso na relação com o Congresso Nacional e com a sociedade para colocar o Brasil no rumo certo da economia e da inclusão social. Vamos enfrentar, agora, o segundo turno do campeonato”, falou. “Nossa expectativa é ter a continuidade do compromisso dessas bancadas com as votações fundamentais e prioritárias do governo”, continuou.

O ministro afirmou, ainda, que pretende utilizar a próxima semana para conversar, com lideranças da Câmara e do Senado Federal, sobre as agendas prioritárias do governo para o segundo semestre.

Repórter de política em Brasília. Na Itatiaia desde 2021, foi chefe de reportagem do portal e produziu série especial sobre alimentação escolar financiada pela Jeduca. Antes, repórter de Cidades em O Tempo. Formada em jornalismo pela Universidade Federal de Minas Gerais.
Graduado em Jornalismo, é repórter de Política na Itatiaia. Antes, foi repórter especial do Estado de Minas e participante do podcast de Política do Portal Uai. Tem passagem, também, pelo Superesportes.
Leia mais