Ouça a rádio

Compartilhe

Kalil se reúne com André Quintão, deputado que ele sugeriu à Lula como vice na chapa em Minas

'Tem que fechar com Kalil', disse Lula à Reginaldo e Gleise em São Paulo. Petistas e peesedistas já iniciaram as movimentações para fechar a aliança

O ex-prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), se reuniu na tarde desta terça-feira (17), na capital mineira, com a bancada estadual do PT em Minas Gerais. Antes, Kalil se reuniu, em separado, com o deputado estadual André Quintão (PT), nome que ele levou par ao ex-presidente Lula como sugestão de vice na chapa.   Por enquanto, Quintão tem optado por não falar com a imprensa.

De 10 parlamentares da bancada estadual petista, os únicos que não participaram foram o deputado Betão (que está em Juiz de Fora), a deputada Leninha (está de Covid), o deputado Dr. Jean Freire (que está no Jequitinhonha) e o presidente estadual do partido, Cristiano Silveira, que estava em agenda externa e é um defensor da candidatura de Reginaldo Lopes ao senado.

O que Kalil disse

A reunião foi um primeiro passo de aproximação de Kalil para construção da indicação à vice. No encontro, o ex-prefeito contou como foram os últimos dias, desde a reunião com o presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab, em que o deputado estadual Agostinho Patrus (PSD) colocou à disposição o cargo de vice até a reunião de Kalil com Lula, na qual ele sugeriu o nome de André Quintão.

Retrospectiva

Ainda na retrospectiva, depois desses dois encontros e do encontro de Lula com Kassab, foi a vez de Lula se reunir com os petistas, na última segunda-feira (16). Após receber a proposta de Kassab, que liberou a vice para o PT indicar um nome, Lula chamou Gleise Hoffman, presidente nacional da legenda e Reginaldo Lopes, pré-candidato ao senado, para designar Reginaldo coordenador da campanha dele em Minas e responsável pela construção do palanque dele no Estado.

Apoio nacional

Fontes da coluna disseram que Lula disse o seguinte: “Tem que fechar com Kalil” e Reginaldo saiu de São Paulo com a missão.  Nesta terça (17), aqui em Brasilia, Reginaldo Lopes tenta costurar um apoio do PSD nacional para Lula no primeiro turno, além de tentar construir o palanque em Minas.  O apoio nacional, segundo petistas, pode aumentar muito a possibilidade de a vice em Minas ser fechada com facilidade.

Quintão x Lopes

Kalil sugeriu André Quintão e o PT pode indicar Reginaldo Lopes. No entanto, o deputado federal não quer a vice. Se não for disputar o senado, para que Alexandre Silveira fique com o cargo na chapa, a probabilidade maior é que Reginaldo Lopes dispute o cargo de deputado federal. Como é o coordenador de Lula e estará com o presidente em todas as agendas, Lopes tem potencial para garantir votos para ele, tendo chances de ser o deputado federal mais votado em Minas e ainda ajudar a puxar Gleide Andrade, tesoureira nacional do partido, para quem ele deixaria parte de seu eleitorado, caso fosse candidato ao senado.

Próximas reuniões

Depois do encontro nesta terça (17) com a bancada estadual, Kalil ainda deve se reunir com a  federal. E na quarta ou quinta-feira, Alexandre Kalil, Reginaldo Lopes e Agostinho Patrus devem se reunir também. Ao desistir da vice, Agostinho, pode se candidatar à reeleição, pode ocupar uma vaga de conselheiro no Tribunal de Contas do Estado ou até um cargo no governo federal, se Lula for eleito.

Avanço

Até a conversa entre Kassab e Lula avançar, Lula mantinha a pré-candidatura do deputado federal Reginaldo Lopes ao Senado e o PSD mantinha a pré-candidatura do senador Alexandre Silveira, o que era um entrave para o apoio de Lula à Kalil.

Ao retornar ao páreo para ser líder de Bolsonaro no Senado e ao ser cotado como candidato ao senado na chapa do governador Romeu Zema (Novo), Silveira movimentou o jogo e Gilberto Kassab e Lula entraram em campo para mediar a aliança entre PT e PSD em Minas. O acordo entre os líderes nacionais  salva a candidatura de Kalil, garante um palanque forte para Lula em Minas e mantem Alexandre Silveira pré-candidato ao senado. 

Leia Mais

Eleições 2022

Impasse no PSDB gaúcho trava anúncio de Tasso como vice de Simone Tebet

EM SÃO PAULO

Candidato bolsonarista invade evento do PT em São Paulo

INVESTIGAÇÃO

Manobras contábeis de empresas de ônibus podem esconder 'caixa 2' para Kalil, diz MP de Contas

POLÍTICA

PF instaura inquérito para apurar ligação de Kalil com empresários do setor de transporte público

JUSTIÇA ELEITORAL

Alexandre de Moraes é eleito presidente do TSE e assumirá dois meses antes das eleições

Acesso rápido