Ouvindo...

Times

Filho de Lula é proibido pela Justiça de citar a ex-companheira nas redes sociais

Medida protetiva tomada pela Justiça também proíbe a vítima de mencionar Luís Cláudio na internet

A Justiça de São Paulo aumentou as medidas protetivas contra a ex-mulher de Luís Cláudio Lula da Silva, filho mais novo do Presidente Lula, e proibiu o homem acusado de agressão de mencionar a vítima nas redes sociais. A medida também se estende à vítima, que não poderá citar o ex-companheiro na internet.

A decisão da Justiça proíbe que as partes publiquem, postem, veiculem, encaminhem, divulguem e comentem direta ou indiretamente um ao outro. A justificativa é encerrar ‘o ciclo de violência’.

No dia 2 de março, a vítima registrou um boletim de ocorrência contra Luís Cláudio na Delegacia da Mulher de São Paulo, expressando ter sido agredida de forma ‘verbal, psicológica e moral’.

Leia também

Na ocasião, ex-companheira do filho de Lula contou para a polícia que teve que se afastar do trabalho por um mês por conta do trauma causado pelas agressões e revelou ter levado uma ‘cotovelada’ no início do ano. Posteriormente, ela negou a agressão física, mas confirmou o abalo psicológico causado pela relação.

Luís Cláudio nega as acusações e diz que vai provar sua inocência.


Participe dos canais da Itatiaia:

Repórter da Rádio Itatiaia em Brasília atuando na cobertura política dos Três Poderes. Mineiro formado pela PUC Minas Gerais, já teve passagens como repórter e apresentador pela Rádio BandNews FM, Jornal Metro e O Tempo. Vencedor do prêmio CDL de Jornalismo em 2021 e Amagis 2022 na categoria rádio.
É jornalista formado pela Universidade de Brasília (UnB). Cearense criado na capital federal, tem passagens pelo Poder360, Metrópoles e O Globo. Em São Paulo, foi trainee de O Estado de S. Paulo, produtor do Jornal da Record, da TV Record, e repórter da Consultor Jurídico. Está na Itatiaia desde novembro de 2023.
Leia mais