Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Musk critica multas do STF e ameaça fechar escritório do Twitter no Brasil

O dono do X (ex-Twitter) ameaçou descumprir ordem judicial do ministro Alexandre de Moraes, que determinava o bloqueio de perfis na rede social

O bilionário Elon Musk, dono do X (ex-Twitter), criticou neste sábado (6) as multas aplicadas pelo Supremo Tribunal Federal (STF), ameaçou fechar escritório da rede social no Brasil e anunciou a remoção das restrições de contras determinadas pelo ministro Alexandre de Moraes.

“Estamos removendo todas as restrições (dos perfis). Este juiz aplicou multas massivas, ameaçou prender nossos funcionários e cortar o acesso a X no Brasil”, publicou Musk.

“Como resultado, provavelmente perderemos toda a receita no Brasil e teremos que fechar nosso escritório lá. Mas princípios importam mais do que lucro”, acrescentou.

Leia também

“Por que você está fazendo isso?”

Às 18h deste sábado (6), o Assuntos Governamentais Globais do X (@GlobalAffairs) anunciou o bloqueio de perfis no Brasil por ordem judicial do STF.

Musk respondeu o tweet questionando o ministro Alexandre de Moraes, relator do inquérito das fake news no Supremo Tribunal Federal. “Por que você está fazendo isso, @alexandre?”, escreveu.

O X (ex-Twitter) manifestou inconformismo com a decisão do STF. “Não sabemos os motivos pelos quais essas ordens de bloqueio foram emitidas. Não sabemos quais postagens são alegadas como violadoras da lei”, publicou a conta neste sábado (6).

“Estamos proibidos de dizer qual tribunal ou juiz emitiu a ordem, ou com base em quais fundamentos. Estamos proibidos de dizer quais contas são afetadas. Estamos ameaçados com multas diárias se não cumprirmos.”, acrescentou o Assuntos Governamentais Globais do X.

A empresa acredita que a determinação não está de acordo com o Marco Civil da Internet e a Constituição Federal Brasileira.

“As pessoas do Brasil, independentemente de suas crenças políticas, têm direito à liberdade de expressão, ao devido processo legal e à transparência por parte de suas autoridades”, disse o Twitter.

Elon Musk finalizou sua declaração com uma foto onde diversas frases formavam a logo do X, enfatizando o princípio da “liberdade de expressão”. “Para as pessoas ao redor do mundo”, escreveu.


Participe dos canais da Itatiaia:

Formado em Jornalismo pela UFMG, com passagens pelo jornal Estado de Minas/Portal Uai. Hoje, é repórter multimídia da Itatiaia.
Leia mais