Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Tripulação de navio que bateu e causou queda de ponte nos EUA será investigada pelo FBI

Corporação analisará se os tripulantes deixaram o porto de Baltimore sabendo que o navio estava apresentando problemas no sistema

A tripulação do navio que bateu e causou a queda da ponte Francis Scott Key, em Baltimore, nos Estados Unidos, e deixou várias pessoas mortas no fim de março será investigada pelo FBI, o departamento de investigação federal dos EUA.

O órgão analisará se os tripulantes deixaram o porto de Baltimore sabendo que o navio estava apresentando problemas no sistema. O navio Dali, de Singapura, perdeu energia ao sair do porto e bateu em um dos pilares de sustentação da ponte. A informação é do Washington Post.

Já nesta segunda-feira (15), agentes do FBI embarcaram no navio para começar as investigações. Um grupo de pessoas foi visto a bordo do navio nesta manhã, e o FBI confirmou que eram agentes da corporação.

Leia também

Queda de ponte em Baltimore

Uma ponte na cidade de Baltimore, nos Estados Unidos, desabou na madrugada do dia 26 de março. Isso aconteceu, porque um navio de carga colidiu com um dos pilares da estrutura. A queda da ponte Francis Scott Key fez com que cerca de 20 pessoas caíssem na água, bem como veículos. Três corpos foram encontrados até o momento.

O governador Maryland, nos Estado Unidos, declarou estado de emergência após o acidente. Todos os demais desaparecidos foram dados como mortos.

Ponte Francis Scott Key

O rio leva ao porto de Baltimore, um importante centro de navegação na Costa Leste e foi inaugurada em 1977, a ponte leva o nome do escritor de “The Star-Spangled Banner”, autor do poema que deu origem ao hino dos Estados Unidos.

A ponte tem quase 3 quilômetros de extensão e a estrutura também conta com uma ponte elevadiça e fica próxima ao porto de Baltimore.


Participe dos canais da Itatiaia:

Jornalista formada pela PUC Minas. Mineira, apaixonada por esportes, música e entretenimento. Antes da Itatiaia, passou pelo portal R7, da Record.
Leia mais