Ouvindo...

Times

‘O colapso parecia um trem’, diz dono de café próximo à ponte que desabou em Baltimore

Segundo dono de café, socorristas, polícia, bombeiros e mergulhadores estão no local desde às 3h da madrugada

Ver resumo
  • Uma ponte na cidade de Baltimore, nos Estados Unidos, desabou após um navio de carga colidir com ela.
  • A ponte se quebrou totalmente e caiu nas águas do Rio Potomac - com temperatura de 8ºC - por volta de 1h30 (5h30 no horário de Brasília);
  • Pessoas e veículos passavam pela ponte no momento.
  • Trabalhadores da construção civil estavam na ponte no momento em que ela desabou.

Um vídeo mostra o exato momento em que um grande navio de carga atinge a ponte Fancis Scott Key, na cidade de Baltimore, em Maryland, nos Estados Unidos, nesta terça-feira (26). No acidente, pelo menos 20 pessoas, entre elas, trabalhadores que estavam na ponte e diversos carros, que caíram nas águas com sensação termina de 8 °C.

Os bombeiros e mergulhadores buscam, ainda, por pelo menos 8 vítimas. Mas segundo os militares, ainda não se sabe o número exato de pessoas que estão na água. Até agora, duas pessoas foram resgatadas.

Segundo Alez Delsordo, dono do Hard Yacht Cafe, que fica próxima a uma marina da ponta, contou que ela e seus funcionários escutaram o colapso.

“Parecia um estrondo muito grande e longo, como um trem passando”, disse Delsordo à BBC. A ponte era um marco local e proporcionava “as vistas mais bonitas de toda Baltimore”, acrescenta.

O governador Maryland, nos EUA, declarou estado de emergência após o acidente.

Leia mais: Veja imagens de como ficou ponte em Baltimore atingida por navio
Polícia de Baltimore descarta terrorismo após queda de ponte

Casa Branca

A casa branca se pronunciou em um comunicado oficial, sobre o acidente e se solidarizou com os familiares das vítimas.

“Nossos corações estão com as famílias daqueles que continuam desaparecidos como resultado deste terrível incidente”, diz. “A Guarda Costeira dos EUA está realizando buscas e resgate para aqueles que permanecem desaparecidos como resultado do desabamento da ponte”.

Acrescenta que altos funcionários da Casa Branca estão “em contato com o governador e o prefeito para oferecer qualquer assistência federal de que necessitem”, afirmando que não há indicação de “qualquer intenção nefasta”.

Leia também

Participe dos canais da Itatiaia:

Formada em jornalismo pelo Centro Universitário de Belo Horizonte (UniBH), já trabalhou na Record TV e na Rede Minas. Atualmente é repórter multimídia e apresenta o ‘Tá Sabendo’ no Instagram da Itatiaia.
Leia mais