Ouvindo...

Times

Governo Federal zera imposto para importação de arroz

Medida é uma forma de garantir o abastecimento do item básico na mesa dos brasileiros diante das enchentes no Rio Grande do Sul, principal produtor de arroz no Brasil

O governo federal aprovou nesta segunda-feira (20) a proposta para zerar o imposto de importação de arroz. A decisão foi tomada pelo comitê executivo da Câmara de Comércio Exterior (Camex).

A medida atende a um pedido do Ministério da Agricultura da Companhia Nacional de Abastecimento, para evitar que a oferta nacional do produto seja comprometida pelas enchentes no Rio Grande do Sul, responsável por cerca de 70% da produção nacional.

“Ao zerar as tarifas, buscamos evitar problemas de desabastecimento ou de aumento do preço do produto no Brasil, por causa da redução de oferta”, escreveu o vice-presidente e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC), Geraldo Alckmin.

Com a decisão, dois tipos de arroz parboilizado e um tipo polido/brunido foram incluídos na lista de exceção do imposto. A redução a zero das tarifas passa a valer a partir da publicação no Diário Oficial da União, prevista para a próxima quarta-feira (22) e vale até 31 de dezembro deste ano.

Segundo o governo, a maior parte das importações de arroz no Brasil vêm do Mercosul e já contam com isenção. No entanto, outros países estão sendo considerados para este tipo de comércio, entre eles, a Tailândia.

Neste mês, em razão das chuvas no estado gaúcho, o governo federal anunciou a importação de 1 milhão de toneladas do produto que será comercializado a R$ 4 o quilo.

Leia também


Participe dos canais da Itatiaia:

Repórter da Rádio Itatiaia em Brasília atuando na cobertura política dos Três Poderes. Mineiro formado pela PUC Minas Gerais, já teve passagens como repórter e apresentador pela Rádio BandNews FM, Jornal Metro e O Tempo. Vencedor do prêmio CDL de Jornalismo em 2021 e Amagis 2022 na categoria rádio.
Leia mais