Ouvindo...

Times

Zema lamenta a morte de Alberto Pinto Coelho: ‘um dos mais notáveis políticos mineiros’

Ex-governador do estado tinha 78 anos e enfrentava uma leucemia; ele morreu nesta segunda-feira (20)

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), lamentou a morte do ex-governador Alberto Pinto Coelho, aos 78 anos. O político, que faleceu nesta segunda-feira (20), chefiou o poder Executivo estadual de abril a dezembro de 2014.

“Minas está de luto pelo falecimento do ex-governador Alberto Pinto Coelho, um dos mais notáveis políticos mineiros, que chefiou os poderes Legislativo e Executivo no Estado. Uma grande perda para Minas e os mineiros. Minha solidariedade aos familiares”, disse Zema.

Alberto, que estava internado em um hospital particular de Belo Horizonte, enfrentava uma leucemia. O velório dele vai acontecer no Palácio da Liberdade, na Região Centro-Sul da capital mineira.

Quando assumiu o governo mineiro, Alberto Pinto Coelho era filiado ao PP. Um dos filhos dele, Betinho, exerce mandato de deputado estadual pelo PV.

"É com tristeza profunda que comunico o falecimento do meu amado pai, ex-governador Alberto Pinto Coelho, na manhã desta segunda-feira, 20 de novembro de 2023. Em breve, traremos informações sobre o local em que prestaremos nossas homenagens a este que foi, é, e sempre será minha maior referência”, lamentou o parlamentar.

Além de Betinho, Alberto deixa três outros filhos, netos e a esposa, Célia Pinto Coelho.

“Alberto foi um dos políticos mais versáteis do Estado. Muito gentil, mantinha uma habilidade incomum para atingir o consenso, sempre disposto a ouvir o próximo, um traço essencial para quem chefiou o Legislativo e o Executivo. Minas perde com sua ausência, mas sempre terá o legado de um homem que dedicou a vida aos mineiros”, completou Zema.

Graduado em Jornalismo, é repórter de Política na Itatiaia. Antes, foi repórter especial do Estado de Minas e participante do podcast de Política do Portal Uai. Tem passagem, também, pelo Superesportes.
Leia mais