Ouvindo...

Times

Em tratamento de câncer, Fabiana Justus toma medidas após filho adoecer

A influenciadora vai precisar tomar todas as vacinas novamente e, enquanto isso, precisa se proteger de todas as doenças

A influenciadora Fabiana Justus, de 37 anos, contou nas redes sociais nesta segunda-feira (24) que seu filho mais novo, Luigi, adoeceu. Enquanto ela está em tratamento de câncer, sem imunidade de todas as vacinas que já tomou após o transplante de medula óssea, a empresária precisou tomar algumas medidas para evitar o contaminamento.

“E por aqui temos o primeiro resfriado. Mas ele está bem! Graças a Deus. E eu estou de máscara para não pegar”, escreveu ela nas redes sociais.

Transplante e imunidade

A filha de Roberto Justus foi diagnosticada com leucemia mieloide aguda no início deste ano e recebeu um transplante alogênico de células-tronco em 27 de março. No Instagram, ela respondeu a um seguidor que após o tratamento vai ter que tomar todas as vacinas novamente.

Eduardo Paton, médico hematologista e coordenador da equipe de transplante e terapia celular do Câncer Center Oncoclínicas, explica que o sistema imunológico do paciente fica comprometido após o transplante.

“No preparo para transplante de medula óssea você usa medicações que destroem o sistema imunológico do paciente para que o organismo dele possa aceitar a nova medula óssea. Isso destrói todas as defesas dele, inclusive as imunidades que ele adquiriu com as vacinas tomadas antes do transplante”, afirma.

Segundo o especialista, até mesmo as vacinas tomadas na infância devem ser reaplicadas. “Depois do transplante, a partir do 4° mês ao segundo ano do procedimento, o paciente tem que retomar toda a carga de vacinação. Desde as vacinas da infância até as vacinas atuais, como a da Covid-19, da influenza (gripe), difteria, tétano, pneumocócica... todas as vacinas o paciente vai ter que tomar”, esclarece.

Leia também

Diagnóstico de Fabiana Justus

No dia 25 de janeiro deste ano, Fabiana revelou ter sido diagnosticada com leucemia mieloide aguda e falou sobre a descoberta em vídeo postado nas redes sociais. Segundo a influenciadora, ela foi hospitalizada com ‘uma dor esquisita nas costas e febre’. A partir dali, ela foi internada, passou por exames, colocou o cateter e já começou a quimioterapia.

No dia 27 de março, Fabiana contou que conseguiu um doador 100% compatível com ela e que faria o tão esperado transplante de medula óssea. Após 13 dias, ela relatou que conseguiu a ‘pega’ e avançou no tratamento, recebendo alta hospitalar em 16 de abril.

Durante este período, além de idas ao hospital e exames, a influenciadora precisa tomar mais de 40 comprimidos diários para dar continuidade ao tratamento. Recentemente, ela disse estar “zerada” da doença e que irá tomar as vacinas necessárias em breve.


Participe dos canais da Itatiaia:

Natasha Werneck é jornalista formada pelo Centro Universitário de Belo Horizonte (UniBH). Foi repórter de Política e Cultura do Jornal Estado de Minas e já atuou em portais como Hugo Gloss e POPline. Foi estagiária da Itatiaia e retornou à empresa em 2023, como repórter de Entretenimento.
Leia mais