Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Leite diz que ‘união’ do Norte e Nordeste foi ‘inspiração’ para bloco Sul-Sudeste defendido por Zema

Governador gaúcho declarou que grupo não tem como objetivo estimular conflitos entre as diferentes regiões do Brasil

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), negou neste domingo (6) que o Cosud, consórcio formado por estados do Sul e do Sudeste, tenha como objetivo ir contra estados das demais regiões, como o Norte e o Nordeste.

O assunto virou debate nacional após o governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), defender em entrevista ao jornal Estado de S. Paulo a organização de Sul e Sudeste em um bloco para, além de protagonismo econômico, conseguirem maior protagonismo político. O governo de Minas foi procurado para comentar a repercussão da entrevista, mas preferiu não se posicionar neste momento.

Leia mais:
Flávio Dino critica Zema por falas sobre Norte e Nordeste
Marina após falas de Zema sobre Norte e Nordeste: ‘Sem a Amazônia, não há como ter vida nas outras regiões’

Zema citou como exemplo a atuação do Cosud em relação à reforma tributária. Pela proposta inicial, cada estado teria um voto no Conselho Federativo, órgão responsável por gerir o Imposto sobre Bens e Serviços (IBS). Esse desenho, na visão do governador, favoreceria Norte e Nordeste que concentram o maior número de estados.

Após articulação do Cosud, o texto foi alterado para que o peso dos estados no Conselho Federativo seja definido de forma proporcional ao tamanho da população. Na prática, isso tirou poder de Norte e Nordeste e aumentou o peso de Sul e Sudeste, que juntos somam 56% da população brasileira.

As declarações de Zema, no entanto, foram interpretadas por setores políticos, principalmente à esquerda, como uma incitação à divisão do país e a um embate entre as regiões.

“Seremos todos mais fortes quanto mais formos um só Brasil. Não acredito que o governador Zema tenha dito nada diferente disso. Se disse, não me representa”, escreveu Eduardo Leite nas redes sociais. O governador gaúcho também gravou um vídeo, no qual afirma que a união dos estados do Norte e do Nordeste serviu de inspiração para criação do Cosud.

“A união desses estados em torno da pauta que é de interesse comum deles serviu de inspiração para que a gente possa finalmente fazer o mesmo. [...]Não tem nada a ver com frente de estados contra estados, ou região contra região. Se trata de unirmos em torno do que é pauta comum e importante para os estados do Sul e do Sudeste: ações para o desenvolvimento, questões tributárias, enfrentamento à pobreza, governança federativa, proteção ao meio ambiente, defesa do agronegócio, enfrentamento ao crime”, disse Leite.

“Mas entre essas pautas não está discriminar, desunir e desintegrar nenhuma parte da federação porque nós vamos ser todos mais fortes quanto mais formos todos uma só nação”, concluiu o governador do Rio Grande do Sul.

O Consórcio de Integração Sul e Sudeste (Cosud)existe desde 2019, mas deve ser formalizado nos próximos meses com a aprovação de projetos de lei nas respectivas Assembleias Legislativas. Além de Minas, integram a iniciativa São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

Leia mais