Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Reginaldo Lopes projeta votação da reforma tributária até 15 de julho

Coordenador do grupo de trabalho sobre o tema, deputado mineiro afirmou que não há possibilidade de reindustrialização do país sem mudança

Coordenador do grupo de trabalho da reforma tributária, o deputado federal Reginaldo Lopes (PT-MG) avalia que o projeto deve ser votado até o dia 15 de julho na Câmara dos Deputados, tanto em primeiro como em segundo turno.

“Nós temos que aprovar no primeiro semestre. Estamos comemorando hoje o Dia da Indústria. Não há nenhuma possibilidade do Brasil se reindustrializar ou fazer a neoindustrialização sem a reforma tributária”, afirmou o petista durante participação no Dia da Indústria 2023, evento realizado pela Fiemg no Minascentro, em Belo Horizonte.

“O Brasil teve uma industrialização tardia, mas houve também uma desindustrialização precoce. E a principal razão foi o sistema tributário cumulativo”, disse o deputado federal.

Leia mais:
Presidente da Fiemg elogia medidas do governo Lula para baratear carros populares

Durante seu discurso na solenidade, o presidente da Fiemg, Flávio Roscoe, pediu que a reforma tributária inclua a desoneração da folha de pagamentos. “Nós entendemos que boa parte do custo Brasil reside na oneração do trabalho. Sei que o tema é espinhoso, mas é fundamental que não seja esquecido nessa reforma tributária”, pediu ele, se dirigindo diretamente a Reginaldo Lopes.

Homenageados

O Dia da Indústria 2023 celebrou os 90 anos da Fiemg e teve como tema “Movidos pelo Futuro”, ou seja, a importância da inovação na indústria. O diretor-presidente do grupo Ematex, Aroldo Teodoro Campos, recebeu o título de Industrial do Ano 2023. Ele também é presidente do Sindicato das Indústrias Têxteis de Malha de Minas Gerais (Sindimalhas-MG).

O presidente do Comércio e Indústria de Tecidos Roupas (Citerol), René Wakil Júnior foi agraciado com a Comenda Ordem do Mérito da Confederação Nacional da Indústria. Ele é vice-presidente da Fiemg. Também foram homenageados empresários que se destacaram no fortalecimento do setor produtivo, além de professores e alunos do Sesi e do Senai.

Repórter de política na Rádio Itatiaia. Começou no rádio comunitário aos 14 anos. Graduou-se em jornalismo pela PUC Minas. Em Belo Horizonte, teve passagens pelas rádios Alvorada, BandNews FM e CBN. No Grupo Bandeirantes de Comunicação, ocupou vários cargos até chegar às funções de âncora e coordenador de redação na BandNews FM BH. Cobriu as tragédias ambientais da Samarco, em Mariana, e da Vale, em Brumadinho. Vencedor de 8 prêmios de jornalismo. Em 2023, venceu o Prêmio Nacional de Jornalismo CNT.
Leia mais