Ouvindo...

Times

13 usos do Linux que você talvez nem imagine

Sistema, versátil e confiável, é adotado por empresas e instituições de vários segmentos

Há grandes chances de que você não use Linux como sistema operacional em seu computador doméstico, mas a criação de Linus Torvalds está no seu dia a dia nas mais diferentes situações. Bastante versátil e confiável, a ferramenta toma formas variadas.

Leia também:

A seguir, você vai conhecer alguns dos exemplos de uso do Linux. Acompanhe!

1 – Nasa

O Linux é a solução usada na Nasa por sua capacidade de garantir a integridade das informações. O Perseverance, por exemplo, o quinto veículo da agência a pousar em Marte, usa uma versão do Linux.

E essa não é a primeira vez que o sistema vai ao Espaço: ele é usado em instrumentos e satélites posicionados na órbita da Terra. Além da Nasa, a SpaceX, de Elon Musk, também adota Linux.

2 – Internet

Sistemas operacionais estáveis e extremamente confiáveis são essenciais para manter sites e serviços constantemente online enquanto administram um grande fluxo de dados. As distribuições Linux (especialmente as versões LTS) são conhecidas por garantir integridade a dados. Amazon, Google e Meta são algumas das empresas que adotam o sistema operacional para seus servidores e suas ferramentas online.

3 – Trens bala japoneses

Os trens bala japoneses — os shinkansens — são gerenciados por um software baseado em Linux. Tarefas como mapeamento, controle, cronograma, marcações e comunicações dependem da estrutura do kernel para funcionar.

4 – Maior acelerador de partículas do mundo

O Grande Colisor de Hádrons (Large Hadron Collider – LHC) é mais um dos sistemas que usa estrutura Linux. Segundo pesquisadores da Organização Europeia para Pesquisa Nuclear (Cern), a identificação do Bóson de Higgs foi possível graças ao uso do sistema.

5 – Supercomputadores

Os 500 computadores mais poderosos do mundo usam softwares baseados em Linux. Até o Azure, plataforma de computação em nuvem da Microsoft, que é proprietária do Windows, usa ferramentas do concorrente.

6 – Celulares Android

O Google criou o sistema Android com a estrutura de código aberto do Linux. Apesar de atualmente a plataforma ser bem diferente do projeto original, ainda tem o Linux como base e mantém filosofia de código aberto.

7 – Casas conectadas

Muitos dispositivos domésticos usam sistemas baseados em Linux: Smart TVs, dongles para televisão, máquinas de lavar inteligentes e assistentes virtuais são alguns dos exemplos. A escolha considera, principalmente, a versatilidade do sistema, que é extremamente flexível e escalável, e pode ser adaptado para aparelhos com baixa capacidade de processamento. Ele garante, entre outros, conectividade e estabilidade.

8 – Videogames

O Linux está no Steam Deck, o console portátil da Valve. Seu sistema SteamOS é uma versão do Arch Linux com suporte nativo ao Proton, uma camada de compatibilidade para softwares com Windows. O Linux foi utilizado para expandir o potencial de consoles conhecidos e suas distribuições permitem emulação, desenvolvimento de apps e até pirataria.

9 – Central multimídia de carros

Centrais multimídia de carros atuais usam Linux. Um dos destaques é o Android Auto, uma ferramenta para smartphones que, quando conectada ao sistema do carro, permite acesso ao portátil — o que a torna ainda mais útil.

10 – Carros autônomos

Os veículos sem motorista do Google, usados para mapear territórios do Google Maps (nos lugares em que isso é permitido), por exemplo, usam o sistema. Além disso, alguns automóveis da General Motors e da Volkwagen têm sistemas cuja base é o Linux.

11 – Administração Federal de Aviação dos EUA

O órgão transferiu seus sistemas em 2006 para o Red Hat Enterprise Linux, uma distribuição corporativa da ferramenta. Até hoje, a estrutura está nos computadores da entidade e ajuda a gerenciar informações de milhões de passageiros diariamente.

12 – Departamento de Defesa dos EUA

Informações confidenciais do órgão são armazenadas em computadores com Linux. Para os militares do país, a estrutura é essencial no comando da entidade.

13 – Bolsa de Valores de Nova York

A Bolsa de Valores de Nova York (New York Stock Exchange – NYSE) usa Linux em suas operações. O sistema, que é responsável por inúmeras operações diárias de compra e venda, deve ser confiável para evitar a ocorrência de erros.

Leia mais