Ouvindo...

Times

Jean Wyllys quer Lula fora da disputa em 2026 e defende apoio a Tebet: ‘É hora do PT sair do protagonismo’

Ex-deputado aponta dificuldades do PT em formar lideranças que possam substituir o presidente Lula no cenário nacional

O ex-deputado Jean Wyllys (PT) espera que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) desista do plano de um quarto mandato e defende que o PT apoie o nome da ministra Simone Tebet (MDB) para a presidência da República na eleição de 2026.

Em entrevista ao videocast Futeboteco, Wyllys afirmou que o governo Lula “virou de centro-direita” e que está na hora do PT ir para a “retaguarda”.

“Acho que é hora de o PT sair do protagonismo e vir para a retaguarda, se tornar coadjuvante e apostar no nome de Simone Tebet”, afirmou Jean Wyllys. Ele sugeriu ainda o ministro Silvio Almeida, dos Direitos Humanos, para ser candidato a vice.

O ex-deputado se filiou ao PT em 2021, após fazer carreira política pelo PSOL, e voltou para o Brasil no ano passado. Ele deixou o país após receber ameaças de morte durante o governo do ex-presidente Jair Bolsonaro.

Wyllys afirmou que Lula é “vaidoso” e que “não gosta de outras lideranças perto dele”. “Novas lideranças não brotaram porque o PT fica no lulismo, e a gente precisa entender que o Lula não é eterno”, afirmou Wyllys.

Leia também


Participe dos canais da Itatiaia:

Editor de Política. Formado em Comunicação Social pela PUC Minas e em História pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Já escreveu para os jornais Estado de Minas, O Tempo e Folha de S. Paulo.
Leia mais