Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Com mais de 100 empresas mineiras, Fórum de Negócios começa na China

Promovido pela Fiemg, evento recebe o governador Zema, deputados e empresários para fortalecer relação de Minas com o país asiático

Governador Romeu Zema se reuniu com representante de empresa chinesa

Governador Romeu Zema se reuniu com representante de empresa chinesa

Governo de Minas/Divulgação

Começa nesta terça-feira (7), em Xangai, na China, o encontro “Brazil China Business Forum”, promovido pela Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg). O evento vai reunir representantes de mais de 100 empresas mineiras que já mantém relações comerciais com o país asiático ou que pretendem abrir o mercado.

Durante o evento, serão debatidos temas como transição energética, com oportunidades para economia de baixo carbono; a exploração de minerais estratégicos, como nióbio, lítio e silício; tecnologia e inovação e as possibilidades de investimento em Minas Gerais.

As relações comerciais entre o estado e a China apresentam números importantes. Anualmente, o este comércio movimento US$ 20 bilhões - cerca de R$ 100 milhões. Os chineses compram, principalmente, minérios e soja vindos de Minas Gerais, além de outros itens como carne bovina e de aves, açúcar, cobre e celulose.

"É uma ação de estreitar as relações. Já existem muitas relações, mas elas podem ser ampliadas”, explicou o presidente da Fiemg, Flávio Roscoe. “No polo da mineração, são os principais exportadores, grandes empresas que vem fazendo um trabalho bilateral com a China. Mas são inúmeras empresas de todos os segmentos que mantém relação com a China e outras que vieram para abrir a relação”, diz Roscoe.

Ainda segundo o representante da Federação, em outra frente, o encontro vai proporcionar que uma delegação de parlamentares conheça a realidade chinesa.

“A gente tem uma delegação grande de parlamentares e a gente quer que eles vejam o desenvolvimento da China, o impacto que eles podem fazer de legislação para facilitar a vida do empreendedor e o crescimento econômico. Retirar as pessoas da pobreza é muito mais ação e menos discurso. Aqui, o país vem dando uma lição de como retirar o país da pobreza e valorizando o setor produtivo”, afirmou à Itatiaia.

A cobertura da Missão Empresarial à China, que tem a participação do governador de Minas, é oferecimento da FIEMG. Essa iniciativa tem como patrocínio Master CODEMGE, CBMM, GERDAU, J.Mendes e VALE, e parceria Samarco e Arcellor.

Repórter de política na Rádio Itatiaia. Começou no rádio comunitário aos 14 anos. Graduou-se em jornalismo pela PUC Minas. Em Belo Horizonte, teve passagens pelas rádios Alvorada, BandNews FM e CBN. No Grupo Bandeirantes de Comunicação, ocupou vários cargos até chegar às funções de âncora e coordenador de redação na BandNews FM BH. Cobriu as tragédias ambientais da Samarco, em Mariana, e da Vale, em Brumadinho. Vencedor de 8 prêmios de jornalismo. Em 2023, venceu o Prêmio Nacional de Jornalismo CNT.
Leia mais