Ouça a rádio

Compartilhe

Ciro volta a BH no sábado para costurar palanque com PSDB em Minas

Candidato à Presidência participará da convenção estadual do PDT, que quer lançar o vereador Bruno Miranda ao Senado

Ciro Gomes volta a BH após 15 dias para lançar o vereador Bruno Miranda ao Senado

Depois de lançar sua candidatura à Presidência da República de forma oficial na semana passada, o candidato Ciro Gomes (PDT) viaja, mais uma vez a Belo Horizonte, para tentar selar um acordo com o PSDB e conseguir montar um palanque eleitoral em Minas Gerais.

Ciro desembarca na capital mineira acompanhado do presidente nacional do partido, Carlos Lupi. Ambos são presença confirmada na convenção estadual do PDT, que deve oficializar a candidatura do vereador Bruno Miranda (PDT) ao Senado. A convenção começa as 14 horas e ocorrerá na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG).

A expectativa da legenda é que o parlamentar integre a chapa encabeçada pelo ex-deputado federal Marcus Pestana (PSDB) ao Governo de Minas. Miranda e Pestana se reuniram na última segunda-feira (25) para costurar o acordo.

A última vez em que Ciro esteve em Belo Horizonte foi no dia 15 de julho, quando acompanhou Lupi em uma cerimônia na Câmara Municipal. O presidente nacional do PDT recebeu título de cidadão honorário concedido pelo vereador Bruno Miranda.

Na ocasião, Ciro disse ter sido surpreendido com a aliança entre o ex-prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD) e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Ciro, que foi apoiado por Kalil nas eleições de 2018, disse não ter recebido nenhuma ligação do ex-prefeito de BH.

"Todo mundo sabe que eu estava trabalhando aqui por uma aliança com Kalil. Fui surpreendido, sequer tive o direito de uma ligação, e ele preferiu se aliar ao Lula. E eu compreendo e respeito", afirmou.

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store