Ouvindo...

Times

Mãe de criança morta com sinais de desnutrição na Grande BH é solta

O menino morreu em Lagoa Santa, em 7 de junho; padrasto também foi preso

A mãe do menino de 7 anos que morreu com sinais de desnutrição em Lagoa Santa, na região metropolitana de Belo Horizonte, foi solta. Ela e o padrasto foram presos e podem responder por tortura ou até mesmo homicídio.

A determinação ocorreu na última segunda-feira (21). “Ela cumpriu pena no Presídio de Vespasiano e, posteriormente, no Centro de Referência à Gestante Privada de Liberdade”, informou a nota da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp).

Em 10 de junho, o corpo do garotinho foi liberado pelo Instituto Médico-Legal (IML) de Belo Horizonte. No dia seguinte, ele foi velado e sepultado no Cemitério Municipal Campo da Saudade, em Lagoa Santa. Na ocasião, a avó da criança, Maria Antônia Contreira, saiu de Laranjeira, no interior do Sergipe, para fazer o reconhecimento. Em entrevista à Itatiaia, ela criticou o padrasto do menino e o acusou de ter ‘destruído a vida’ dela.

Leia também

Relembre o caso

Um menino morreu por suspeita de desnutrição em Lagoa Santa, na região metropolitana de Belo Horizonte, em 7 de junho. O estado da criança chocou médicos e militares que atendem a ocorrência. Um trecho do documento descreve que o menino estava ‘pele e osso’. CLIQUE AQUI e saiba mais detalhes sobre o caso.


Participe dos canais da Itatiaia:

Formou em jornalismo pela PUC Minas e trabalhou como repórter do caderno de gerais do jornal Estado de Minas. Na Itatiaia, cobre principalmente Cidades, Brasil e Mundo.
Leia mais