Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Mulher que denunciou traficante tem casa destruída e é agredida em Teófilo Otoni, em MG

A vítima foi arrastada para fora de casa e sofreu socos e tapas; a invasão aconteceu durante a noite de sexta-feira (16) no interior de Minas

Uma mulher de 73 anos teve sua casa arrombada e foi brutalmente agredida em Teófilo Otoni (MG).

A vítima sofreu represálias de criminosos após colaborar com a Polícia Militar ao denunciar a localização de um traficante da região. Ela morava sozinha.

O incidente ocorreu nesta sexta-feira (16), enquanto a vítima estava durmindo. Uma quadrilha formada por quatro homens arrombaram o portão da casa, destruíram paredes e janelas, invadiram o seu quarto e agrediram a senhora, física e verbalmente.

Ela foi arrastada para fora de casa e sofreu socos e tapas. Durante o ataque, os criminosos roubaram o celular da vítima e destruíram móveis da casa. A PM foi acionada para atender a ocorrência durante a noite de ontem (16).

Leia também

Após as agressões, a mulher foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e encaminhada à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 horas.

Os exames médicos identificaram hematomas nos lábios, discreto sangramento oral, dor e edema no cotovelo esquerdo, além de escoriações nas pernas.

Pista

A mulher havia colaborado com a polícia na manhã de sexta-feira (16), ao indicar a localização de um criminoso procurado pelas autoridades em Teófilo Otoni, no interior de Minas.

No Boletim de Ocorrência (B.O), não há informação se o traficante, procurado pela PM e denunciado, foi preso.

Em depoimento, ela disse que um dos agressores estava com o rosto coberto por uma camisa, enquanto os demais não foram reconhecidos.

Devido aos danos e o risco de novos ataques, a senhra foi conduzida à casa de sua filha, considerado um local seguro pelas autoridades.

A Polícia Militar está empenhada em identificar e prender os responsáveis pelo ataque, permanecendo em patrulhamento na região do ataque em Teófilo Otoni.

Os investigadores encontraram uma evidência durante perícia na casa arrombada: uma camisa verde da Churrascaria SM, que um dos agressores usava para cobrir o rosto.

O restaurante se encontra na Av. Alfredo Sá, no bairro Jardim das Acácias, em Teófilo Otoni.

Disque denúncia

As autoridades da polícia estão pedindo a colaboração da população local para fornecer informações que levem à prisão dos agressores para garantir a segurança da região.

“Tenho certeza que a comunidade vai nos ajudar a identificar esses autores, vai contribuir através do 181 (disque denúncia). As pessoas não precisam se identificar” , disse o PM que atendeu o BO em entrevista.

“A gente tem que contar com a comunidade para que ela possa participar (das buscas). Tenho certeza que a comunidade que mora aqui não coaduna com esse tipo de violência, ainda mais contra uma idosa de 73 anos que vive sozinha, um ato de covardia contra essa pessoa”, comentou

O PM confessou que a quadrilha se aproveitou da ausência do patrulhamento da PM na região no momento da invasão da casa de Terezinha.

“O patrulhamento (da polícia) continua normal, ele já acontece nesse ambiente. É claro que essas pessoas para cometer esse tipo de ato (criminoso), aproveitam da ausência (do patrulhamento), mas não é uma ausência constante. A polícia está sempre aqui no bairro (de TO), ela tem quadrulhado a todo momento”, garantiu o agente.

A Polícia Militar de MG garantiu que vai acionar o Ministério Público, a Defensoria Pública e a Prefeitura de Teófilo Otoni para tentar identificar os criminosos e garantir a segurança da vítima e das testeminhas.

Participe do canal da Itatiaia no Whatsapp e receba as principais notícias do dia direto no seu celular. Clique aqui e se inscreva.

Formado em Jornalismo pela UFMG, com passagens pelo jornal Estado de Minas/Portal Uai. Hoje, é repórter multimídia da Itatiaia.
Leia mais