Ouvindo...

Times

Conteúdo Patrocinado

Artesanato de Minas: a tradição não enfraquece com o tempo

Explorar a rica tradição do artesanato de Minas Gerais é também conhecer a cultura e partes da história do estado. No trabalho feito à mão, materiais naturais se transformam em obras de arte e objetos utilitários

oferecimento

O artesanato produzido em Minas ajuda a contar histórias sobre as diferentes regiões do estado. Conforme os saberes vão sendo passados entre gerações, o tradicional jeito artesanal de criar vai se perpetuando e ajudando a manter a cultura viva.

Definindo o artesanato do estado

As influências de povos indígenas são marcantes no artesanato mineiro. A adaptação de materiais encontrados na natureza é o principal traço que permeia esse trabalho artesanal.

Combinado aos saberes de povos originários, técnicas trazidas por imigrantes, como tecelagem e bordado, ajudaram a criar o artesanal autenticamente mineiro.

Pelo uso de materiais naturais como minerais, madeira e fibras, os artesãos mineiros não apenas criam objetos de grande valor estético, mas também perpetuam tradições e saberes ancestrais.

O valor cultural do artesanato em barro

Uma das principais formas de reconhecimento de tradições artesanais é na forma de Patrimônio Cultural do estado; e é justamente esse o título dado ao artesanato em barro produzido no Vale do Jequitinhonha.

A prática foi certificada como patrimônio em dezembro de 2018 pelo Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (Iepha-MG).

Mais do que as peças em si, o modo de produção artesanal é reconhecido pela honraria: o processo inclui a extração do barro, a criação de pigmentos e a construção do forno para a queima das peças.

Onde está o artesanato mineiro

As artes mineiras feitas à mão encontram um cantinho da casa em praticamente todos os cômodos de uma casa.

O artesanato mineiro não se restringe somente à produção de objetos decorativos: utensílios do dia a dia também são criados pelos artesãos.

Uma boa mesa posta mineira não está totalmente pronta se não tiver um acompanhamento especial: além do pão de queijo, café e quitandas, a decoração da mesa também faz parte da tradição cultural de Minas.

Nos ambientes externos, vasos, esculturas e esteiras são objetos decorativos que carregam Minas na sua composição.

Cerâmica

O uso de cerâmica e argila abre várias possibilidades, como a confecção de panelas e utensílios de cozinha.

Com esses materiais, também são fabricados vasos decorativos que se encaixam bem em ambientes como salas e áreas externas.

Pedra-sabão

Criada a partir de um mineral, as panelas e tachos de pedra-sabão são famosas por aguentar altas temperaturas, o que ajuda não apenas a cozinhar os alimentos, mas também a manter a temperatura adequada para servir.

Quando têm pegadores laterais apropriados, podem ir direto ao forno.

Bordados e fibras têxteis

Para deixar a mesa posta com quitandas ainda melhor servida, os bordados e rendas podem aparecer tanto na toalha, como em acessórios como guardanapos, porta-talheres, ou jogo americano.

As salas de estar e de jantar também ganham um toque artesanal e delicado com colchas e almofadas feitas de crochê e tricô.

Metais (incluindo preciosos)

Acessórios do dia a dia têm um brilho especial quando são criados com metais preciosos.

Em cidades como Ouro Preto, onde a atividade mineradora é grande, são várias as opções de artesanato usando cristais: colares, pingentes, anéis e porta-incenso são apenas algumas delas.

Cálices e bandejas em estanho também são muito populares.

Produtos em fibras naturais

As artes de Minas já podem ser vistas na porta de casa: é o caso com tapetes feitos de palha de milho ou de algodão.

Diferentes cores e tamanhos de barbantes são combinados para criar peças de crochê e tricô.

Cestas e esteiras que, além de bonitas, são resistentes, são confeccionadas a partir de tiras de bambu entrelaçadas. E, como não poderia deixar de ser, os retalhos de diferentes tecidos não viram lixo: ao invés de serem descartados, dão origem à colchas e almofadas coloridas.

Madeira

Os objetos artesanais mais populares criados a partir de madeira são utensílios de cozinha e objetos religiosos.

Aliás, as esculturas decorativas com temática religiosa remetem diretamente ao barroco mineiro, um dos principais estilos artísticos do nosso estado.

No caso de móveis de madeira, pode-se também combinar o couro (para criar assentos de bancos, por exemplo) para criar ainda mais durabilidade e resistência à peça.

Roupas

Engana-se quem pensa que o artesanato de Minas serve só para decorar ambientes.

Peças de vestuário artesanais podem ser criadas a partir de diferentes combinações desses materiais.

Vestidos, camisetas e calças feitas em linho trazem frescor e elegância. Também é possível aproveitar a palha de milho para chapéus.

Vale também uma menção especial ao couro, especialmente usado para acessórios – como bolsas, carteiras, calçados, e cintos.

Leia também

Conhecendo o artesanato por região

O artesanato de Minas Gerais é uma manifestação viva da cultura regional, com cada material e técnica ajudando a contar uma parte da história do estado.

Veja a origem e usos de alguns dos materiais mais populares do artesanato mineiro.

Vales do Jequitinhonha e São Francisco:

  • O artesanato em cerâmica é uma tradição que remonta às práticas indígenas.
  • Também no Jequitinhonha, os produtos à base de palha de milho são bem populares.

Região Central (cidades históricas):

  • Andar pelas ruas de Ouro Preto, Congonhas, Mariana e Serro é se deparar com diferentes usos da pedra-sabão.
  • As peças criadas em cobre e folha de flandres são especialmente populares em Ouro Preto. Se a preferência for por objetos em estanho, vale a pena procurar o artesanato de São João Del Rei. Se prata é a preferência, vale colocar no roteiro as cidades de Diamantina, Serro e Tiradentes.

A produção de tricô e bordado é forte em todo o estado. Dados do IBGE de 2014 indicam que há mais de 700 bordadeiras em 714 municípios mineiros; por isso, é arriscado atribuir a tradição artesanal a regiões específicas.

Feiras e encontros voltados para o artesanato mineiro ajudam a manter a tradição acesa. Seja aproveitando eventos tradicionais em BH, o aumento do turismo pelo frio do inverno, ou em feirinhas locais focadas em produtos artesanais, os trabalhos feitos à mão fazem parte da cultura do estado.


Participe dos canais da Itatiaia:

A Rádio de Minas. Tudo sobre o futebol mineiro, política, economia e informações de todo o Estado. A Itatiaia dá notícia de tudo.
Leia mais