Ouvindo...

Times

Dino e Lewandowski fazem primeira reunião para transição no Ministério da Justiça

Encontro acontece na noite desta segunda-feira a pedido do futuro ministro

O ainda ministro da Justiça Flavio Dino e seu sucessor no cargo, o ministro aposentado do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski marcaram para esta segunda-feira (22) à noite a primeira reunião da transição na pasta. O encontro ocorre a pedido de Lewandowski, que deve ser nomeado ministro pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ainda nas próximas horas.

A cerimônia de posse, entretanto, acontecerá apenas em 1º de fevereiro, segundo confirmou o petista no início do mês. Após o ato, Lewandowski começará a indicar, oficialmente, os nomes que vão compor o alto escalão da Justiça.

A primeira grande mudança, já antecipada, é a nomeação do procurador-geral de Justiça de São Paulo, Mário Sarrubbo, para a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp). Ele, aliás, não confirmou quando deixará o cargo no Estado de São Paulo para assumir a secretaria do Ministério da Justiça. Ainda assim, ele participará do processo de transição do ministério de Dino para Lewandowski.

Leia também

Outra profunda alteração aguardada com a saída de Dino é a substituição no segundo escalão do Ministério da Justiça. O atual secretário-executivo, Ricardo Cappelli, que também participará da transição, deve ser demitido. Além dele, é aguardada a saída do ‘número 3' do ministério, o secretário-adjunto Diego Galdino.

O futuro de Cappelli, que sonhou com o cargo de ministro da Justiça, é incerto. O pedido de demissão dele, aliás, era tratado como fato consumado, mas, ele indicou que permanecerá, pelo menos, para apoiar Dino na transição. Capelli deve ser trocado por Manoel Carlos de Almeida Neto.

Participe do canal da Itatiaia no Whatsapp e receba as principais notícias do dia direto no seu celular. Clique aqui e se inscreva.

Repórter de política em Brasília. Na Itatiaia desde 2021, foi chefe de reportagem do portal e produziu série especial sobre alimentação escolar financiada pela Jeduca. Antes, repórter de Cidades em O Tempo. Formada em jornalismo pela Universidade Federal de Minas Gerais.
Leia mais