Ouvindo...

Times

Brasil ainda negocia corredor humanitário com o Egito para retirar brasileiros de Gaza

O ministro das Relações Exteriores do Brasil declarou nesta quarta-feira (11) que está em contato com o ministro egípcio

O Brasil mantém negociações com o Egito para resgatar os brasileiros moradores de Gaza. A única fronteira da Palestina não dominada por Israel é na divisa com o território egípcio pela passagem de Rafah, bombardeada pela Força Aérea Israelense nessa terça-feira. O ministro das Relações Exteriores do Brasil, Mauro Vieira, declarou nesta quarta-feira (11) que ligou para o ministro egípcio, Sameh Shoukry, para solicitar permissão de passagem para o ônibus que deverá partir de Gaza com cerca de 30 brasileiros. “Creio que essa é uma boa iniciativa, conto com o apoio egípcio. Creio que será a saída para evacuar os brasileiros que se encontram nessa região conflagrada e correndo risco”, afirmou.

A passagem fronteiriça de Rafah é a única possibilidade para retirada de brasileiros avaliada pelo Itamaraty. “Por enquanto, trabalhamos com vistas a essa passagem de Rafah no Sul de Gaza”, informou o embaixador Carlos Sérgio Sobral, secretário de África e Oriente Médio no Ministério das Relações Exteriores. A necessidade de uma autorização egípcia para permitir o ingresso de um ônibus com brasileiros na fronteira não é o único entrave da operação. “Gaza é uma zona conflagrada. Uma das questões é o fato da passagem de Rafah ter uma abertura intermitente em função, justamente, da segurança naquela zona”, esclareceu.

Brasileiros reféns em Gaza. O Ministério das Relações Exteriores está em contato com autoridades israelenses para identificar se, de fato, há brasileiros entre os reféns feitos pelo Hamas após os ataques terroristas em Gaza. Nesta manhã, as Forças de Defesa de Israel sustentaram haver cidadãos brasileiros entre as pessoas sequestradas pelo grupo palestino. “Nós recebemos essa informação e estamos procurando verificá-la. Mas, não temos a confirmação de que exista algum refém com nacionalidade brasileira”, disse o embaixador Carlos Sérgio Sobral.

Repórter de política em Brasília. Na Itatiaia desde 2021, foi chefe de reportagem do portal e produziu série especial sobre alimentação escolar financiada pela Jeduca. Antes, repórter de Cidades em O Tempo. Formada em jornalismo pela Universidade Federal de Minas Gerais.
Leia mais