Ouvindo...

Times

O que é grumixama? Conheça fruta brasileira e região de produção

Seu sabor fica entre a pitanga e a uvaia, outras plantas da Mata Atlântica

Você já comeu grumixama? É vermelhinha, redonda e doce – mas não é cereja! É a grumixama, é brasileiríssima.

Nativa da Mata Atlântica, ela é encontrada na região que vai de Santa Catarina à Bahia, e pode ser colhida entre novembro e fevereiro. A grumixama pertence à família das Mirtáceas, parente da pitanga, e tem polpa clara, suculenta, com um toque ácido.

Leia também

Seu sabor fica entre a pitanga e a uvaia, outras plantas da Mata Atlântica. É boa para comer fresca, mas pode ser usada para compotas e geleias.

Conhecida como grumixaba, grumixameira ou cumbixaba, a árvore tem as folhas e as cascas usadas para tratar reumatismo na medicina popular. E, apesar de deliciosa, não é fácil de ser achada nas feiras e mercados, por falta de investimento em aperfeiçoamento genético, colheita e armazenamento.

Hoje, dia Nacional da Mata Atlântica, fica aqui o nosso registro de como esse bioma é riquíssimo e cheio de surpresas deliciosas.


Participe dos canais da Itatiaia:

Carolina Daher é jornalista, curadora do Fartura - Comidas do Brasil. Colunista da Revista Encontro, é responsável pela Encontro Gastrô, maior premiação gastronômica de Belo Horizonte. Escreve sobre cultura alimentar para CNN. Com passagens pelas revistas Veja, Playboy e Estilo vive nas Gerais e caminha pelo mundo em busca de histórias e sabores. Formada em gastronomia, é pesquisadora e cozinheira de comida boa.
Leia mais