Ouvindo...

Times

Abel revela recusa de oferta do Bragantino por joia do Palmeiras

John John recebeu proposta para deixar clube, mas treinador não quis deixá-lo ir embora e clube alviverde aumentou salário do meio-campista, que está sendo trabalhado para futuro

O Bragantino tentou tirar do Palmeiras uma das apostas do técnico Abel Ferreira para o futuro do time. A equipe do interior paulista fez uma oferta pelo meia John John, de 21 anos, que foi prontamente recusada pelo comandante português.

“Nós acreditamos no Jhonatan e sabemos que ele é um moleque jovem, nos não queríamos deixá-lo ir sem tentar tudo, como, por exemplo, aconteceu com o Artur. Estava no Palmeiras, depois foi emprestado e depois o Bragantino pagou cinco ou seis milhões de euros por ele. Depois, nós tivemos que ir lá e pagamos oito. E depois, vendemos por 15 (...)”, disse Abel Ferreira, em entrevista coletiva após o empate com o Flamengo, no último domingo (21).

John John começou a temporada em alta no time alviverde. O meio-campista disputou nove jogos seguidos no Campeonato Paulista, mas depois saiu de cena. Nas últimas partidas, inclusive, sequer foi relacionado para ficar no banco de reservas.

Ele não jogou na Copa Libertadores e na Série A do Campeonato Brasileiro. Também ficou de fora das finais do Campeonato Paulista. Abel, no entanto, deixou claro que tem um plano para o atleta de 21 anos.

“John John é um jogador do tipo Flaco López. Se vocês quiserem, vamos tentar explicar assim”, declarou, dando a entender que o atleta precisa ser melhor trabalhado para, depois, demonstrar todo seu potencial, com aconteceu com o argentino que é artilheiro do Palmeiras nesta temporada, com 11 gols marcados, após viver um longo período de desconfiança da torcida.

“Formar os jogadores, muitas vezes, é tirá-lo da competição e metê-lo a desenvolver. É claro que ele vai ter que jogar outra vez e ele vai. (...) Nós acreditamos no Jhonatan. Nós não o deixamos ir e, inclusive, reconhecemos (faz gesto de dinheiro), porque não era só o que Bragantino iria pagar por ele, mas o quanto iria lhe dar de salário. Reconhecemos isso. O resto é o caminho normal que os jogadores jovens tem que fazer”, apontou Abel Ferreira.

Leia também


Participe dos canais do Itatiaia Esporte:

Brenno Costa é jornalista multimídia formado pela Universidade Católica de Pernambuco e pós-graduado em comunicação e marketing pela Estácio. Atualmente, é correspondente da Itatiaia em São Paulo. Antes, trabalhou na Folha de Pernambuco, Diario de Pernambuco/Superesportes e no Globo Esporte.
Leia mais