Ouvindo...

Times

Com câncer, Kate Middleton enfrenta problema que tem ‘prejudicado sua recuperação’, diz site

Princesa de Gales relatou descoberta de câncer em março deste ano

Kate Middleton, de 42 anos, estaria sofrendo com a ausência do príncipe William, de 41, neste momento “mais difícil” da sua vida. Com câncer, a princesa de Gales tem permanecido longe dos holofotes durante tratamento e se sentindo “culpada” por não cumprir deveres reais.

Conforme o Radar Online, enquanto o príncipe cumpre deveres reais, Kate tem lidado com a doença sem a presença do marido.

Kate revelou estar com câncer no final de março após várias teorias da conspiração sobre sua saúde e casamento. Embora com a esposa longe da mídia, William permanece no mesmo ritmo se tratando do cumprimento de deveres reais.

Conforme o Radar Online, a família real enfrenta “grande pressão” por causa do diagnóstico de câncer de Kate e do rei Charles. Segundo fontes do portal, “a culpa por suspender seus deveres reais e a ausência do marido prejudicou a recuperação de Kate”.

Leia também

“Kate se sente culpada porque Charles, que também está lutando contra o câncer, está fazendo sua parte”, afirmou a fonte ao portal.

“Não ajuda o fato de William estar mais longe de casa, então o principal apoio e ombro de Kate nem sempre está por perto”, disse a fonte, admitindo que embora a mãe de Kate, Carole Middleton, tenha ajudado a cuidar das crianças, “a ausência de William torna as coisas mais difíceis.”

Porém, Kate teria sido honesta com o marido. “Ela contou a ele sobre a pressão que está sentindo”, revelou a fonte. “Ele foi solidário e solidário, insistindo que ela parasse de se preocupar e levasse o tempo que fosse necessário.”

Apesar disso, a resposta teria feito com que Kate questionasse tudo, incluindo seu valor para a família real e quem ela é sem seu título. “Ela às vezes entra em espiral”, afirmou a fonte.

Mesmo assim, Kate entende que sua saúde precisa ser sua prioridade. “Sua decisão de permanecer escondida pode ser chocante para alguns. Mas Kate quer ter certeza de que estará aqui para ajudar sua família - e a coroa - por muito tempo”, encerrou.

Câncer

Em 17 janeiro, o Palácio de Buckingham destacou que o rei Charles esteve em uma clínica de Londres para um “procedimento corretivo” devido ao aumento benigno da próstata. Ele descobriu o tumor após um check-up enquanto estava em sua residência em Birkhall, em Aberdeenshire, na Escócia.

Charles ficou internado por três dias na unidade de saúde e recebeu alta no dia 29 daquele mês. À época, foi informado que ele “estava bem”, e que Kate Middleton passou por uma cirurgia abdominal bem-sucedida. A princesa foi liberada e, posteriormente, o monarca deixou a unidade.

Durante o tratamento, foi identificada “uma forma de câncer” e, por isso, o rei recebe cuidados desde então.

No dia 30 de abril, ele retornou à vida pública, conforme divulgou o Palácio de Buckingham. “Os próximos compromissos serão adaptados quando necessário para minimizar quaisquer riscos à recuperação contínua de Sua Majestade”, destacou o texto.

Além do monarca, Kate Middleton também foi diagnosticada com câncer e passa por quimioterapia preventiva. A princesa, inclusive, foi agraciada pelo rei com o título de Companheira Real da Ordem dos Companheiros de Honra.


Participe dos canais da Itatiaia:

Patrícia Marques é jornalista e especialista em publicidade e marketing. Já atuou com cobertura de reality shows no ‘NaTelinha’ e na agência de notícias da Associação Mineira de Rádio e Televisão (Amirt). Atualmente, cobre a editoria de entretenimento na Itatiaia.
Leia mais