Ouça a rádio

Compartilhe

STJ altera decisão sobre comando do PROS e Pablo Marçal pode manter candidatura 

Partido havia fechado aliança com o PT na quarta-feira, mas acordo deve ser cancelado com decisão do Judiciário

Influencer Pablo Marçal foi lançado candidato à presidência

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) alterou na quarta-feira (3) uma decisão que a própria corte tinha tomado no domingo sobre o comando do PROS. Com a nova reviravolta, a aliança com o PT pode ser cancelada e o influencer Pablo Marçal pode manter sua candidatura. 

Horas após o lançamento da candidatura de Marçal para a disputa presidencial, o tribunal determinou que o comando do partido deveria ser trocado. A nova direção do partido buscou uma aliança com o PT e com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. No entanto, a nova decisão pode impedir a aliança com os petistas. 

Marçal comemorou em suas redes sociais nesta quinta-feira (4) a nova decisão do STJ e atacou o ex-presidente petista: “O Lula é tão ladrão que queria roubar a minha candidatura, mas ainda temos justiça nesse país”. 

“É na hora que o gigante levanta, que o Davi aparece... E foi uma pequena pedra que derrubou o tão temido na história. Seria essa pedra do tamanho de 1%?”, continuou o influencer e candidato do PROS ao Planalto.

Decisão

A decisão do ministro Antonio Carlos Ferreira, do STJ, decidiu devolver o comando da executiva nacional do PROS ao perito aposentado da Polícia Civil, Marcus Holanda, que está na presidência do partido desde julho de 2020.

Eurípedes Jr., fundador do PROS, havia retomado a presidência do partido no domingo, em uma outra decisão do STJ.


Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store