Ouça a rádio

Compartilhe

Onze pessoas são presas durante operação contra pornografia infantil na internet em Minas Gerais

Polícia cumpriu mandados em Belo Horizonte, Sabará, Uberlândia, Uberaba, Juiz de Fora, Montes Claros, Divinópolis e Ipatinga

Celular, cartão de memória

A Polícia Federal realizou, na manhã desta terça-feira (31), operação em combate a crimes de exploração sexual infantil na internet em Minas Gerais. Foram cumpridos um mandado de prisão temporária e 14 de busca e apreensão, sendo que onze pessoas foram detidas. Os pedidos foram expedidos pela 35ª Vara Federal de Belo Horizonte. 

A operação Saint Nicolas II foi realizada na capital mineira, Sabará, Uberlândia, Uberaba, Juiz de Fora, Montes Claros, Divinópolis e Ipatinga. 

Segundo a Polícia Federal, foram coletadas informações na internet e identificados usuários que compartilham ou comercializam este tipo de conteúdo na web. A ação foi integrada a Superintendência Regional e demais delegacias da PF com o objetivo de reprimir o consumo e a disseminação de fotos e vídeos com conteúdo de abuso sexual infantil em todo o estado de Minas Gerais. 

Os presos serão levados para a penitenciária Inspetor Martinho Drumond, em Ribeirão das Neves, na Grande BH, onde ficarão à disposição da Justiça. 

Os detidos irão responder pelos crimes dispostos nos artigos 241-A e 241-B do Estatuto da Criança e do Adolescente, que abordam o compartilhamento e a distribuição de conteúdos de sexo explícito ou pornográfica e armazenamento ou compra deste material. Se condenados, poderão cumprir até 10 anos de reclusão e ainda pagarem multa. 

Durante a operação foram cumpridos:  

Belo Horizonte: quatro mandados de busca e apreensão, quatro prisões, sendo três em flagrante e uma temporária. 

Ipatinga: dois mandados de busca e apreensão e duas prisões em flagrante. 

Uberaba: dois mandados de busca e apreensão e uma prisão em flagrante.

Paracatu e Patos de Minas: dois mandados de busca e apreensão e duas prisões em flagrante.

Divinópolis: um mandado de busca e apreensão cumprido.

Governador Valadares: um mandado de busca e apreensão e uma prisão em flagrante. 

Montes Claros: um mandado de busca e apreensão e uma prisão em flagrante efetuada.

Juiz de Fora: dois mandados de busca e apreensão cumpridos.

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store

Acesso rápido